Busca avançada
Ano de início
Entree

Impasses na aprendizagem da leitura e da escrita em contextos linguísticos complexos

Processo: 16/02963-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação
Pesquisador responsável:Claudia Rosa Riolfi
Beneficiário:Ana Carolina Barros Silva
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/06875-0 - Impasses na aprendizagem da leitura e da escrita em contextos linguísticos complexos, BE.EP.DR
Assunto(s):Formação de professores   Escrita   Leitura

Resumo

Nosso foco é a especificidade da aprendizagem da leitura e da escrita por falantes de línguas nacionais ensinados na língua oficial de um país. O objetivo geral é analisar os impactos do contexto histórico, político e sociocultural no processo de aprendizagem e na relação do sujeito com sua língua materna. Para tal fim, empreendemos visitas de campo à Angola, onde começamos a analisar a situação de crianças com sucessivas reprovações. A partir desse levantamento preliminar, selecionamos os sujeitos da pesquisa, 56 alunos e professores ligados ao ensino primário da Escola Dom Bosco, no município de Cacuaco, região periférica da província de Luanda. Então, empreendemos uma coleta de dados inicial voltada para três aspectos: escrita, leitura e formação de professores. A partir da lida com esses dados, foi possível formular as seguintes perguntas de pesquisa: 1. Quais são as dificuldades na aprendizagem da leitura e da escrita mais comumente encontradas na escolarização inicial de sujeitos inseridos em contextos linguísticos complexos?; e 2. Em que extensão é possível correlacionar a complexidade linguística de Angola com as sucessivas reprovações de crianças por ocasião dos primeiros anos da escolarização? Na direção de respondê-las, nossos dados serão alvo de dois tipos de análise: quantitativa e qualitativa. Buscaremos correlacionar as produções das crianças com a realidade linguística de Angola bem como construir os percursos de leitura e de escrita empreendidos pelos alunos. Então, poderemos extrapolar princípios que lancem luz na pesquisa a respeito da aprendizagem da escrita em contextos linguísticos complexos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)