Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito do NaCl na ativação de células dendríticas durante a eferocitose

Processo: 16/07972-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Alexandra Ivo de Medeiros
Beneficiário:Letícia de Aquino Penteado
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/17611-7 - Efeito da fagocitose de células apoptóticas por células dendríticas na diferenciação de células Th17: função de PGE2, AP.JP
Assunto(s):Cloreto de sódio   Células dendríticas

Resumo

A eferocitose, ou fagocitose de células apoptóticas, auxilia na renovação celular, desenvolvimento e manutenção da homeostase. As células dendríticas (CD) são células residentes distribuídas pelos diferentes tecidos e participam tanto na primeira linha de defesa contra o microrganismo, como na manutenção desta homeostase nos tecidos. A eferocitose por CD constitui uma das principais fontes de apresentação de antígenos próprios na periferia levando a geração de CD tolerogênicas (tCD), caracterizadas pela baixa expressão de moléculas MHC-II, CD86 e CCR7, e pela produção de mediadores anti-inflamatórios como TGF-², IL-10 e PGE2, favorecendo a diferenciação de linfócitos T-reg. Recentemente, diversos estudos demonstraram que a ingestão excessiva de sal resulta diretamente na ativação pró-inflamatória do sistema imunológico, como na inibição da ativação e diferenciação de macrófagos M2, potencialização da função de macrófagos M1 e num aumento significativo na porcentagem de células Th17 patogênicas em modelo de EAE. No entanto, até o momento, nada se tem descrito sobre o efeito de altas concentrações de NaCl influenciando na tolerância periférica e ativação de CD. Portanto, a hipótese de nosso estudo é que a fagocitose de células apoptóticas por CD, em um microambiente acometido por altas concentrações de NaCl, levaria à ativação destas células, ou seja, à up regulação da expressão de marcadores associadas à maturação celular e produção de mediadores solúveis, que favoreceriam a ativação e diferenciação de linfócitos Th17 autoreativos.