Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de novas composições formadoras de fases quasicristalinas dos sistemas Al-Ni-Co-Cr e Al-Ni-Co-Cu

Processo: 16/05605-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Metalurgia Física
Pesquisador responsável:Walter José Botta Filho
Beneficiário:Bruno Ogama Sitta
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/05987-8 - Processamento e caracterização de ligas metálicas amorfas, metaestáveis e nano-estruturadas, AP.TEM
Assunto(s):Mudança de fase   Ligas de alumínio

Resumo

Ligas quasicristalinas apresentam características interessantes para aplicação como revestimento devido a elevada dureza, baixo coeficiente de atrito, baixa energia de adesão superficial (isto é, um material com propriedade antiaderente), elevada resistência à corrosão em meio ácido, elevada resistência à oxidação e baixa condutividade térmica. A indústria do petróleo possui grandes problemas associados à corrosão,desgaste e formação de acúmulos de depósitos orgânicos em dutos onde ocorre o transporte do petróleo o que prejudica o fluxo do produto. Nesse contexto, as ligas quasicristalinas possuem excelentes propriedades superficiais para a proteção de dutos de petróleo, diminuindo a aderência de compostos nas paredes dos dutos e promovendo proteção tribológica. No presente projeto propõe-se o estudo de ligas quasicristalinas e seus intermetálicos aproximantes que possam ser utilizados em revestimentos de tubos metálicos. O estudo buscará avaliar diversas ligas a base de alumínio do sistema Al-Ni-Co, com potencial de formar fases quasicristalinas, com a adição de um quarto elemento para promover melhoras das propriedades mecânicas e de superfície. As ligas serão fabricadas através de métodos de solidificação rápida, como o melt-spinning e fundição em coquilha e serão caracterizadas por microscopia eletrônica de transmissão e varredura (MET e MEV), difração de raios X (DRX), calorimetria diferencial de varredura (DSC), ensaios mecânicos e ensaios de molhamento para avaliar as propriedades de adesão superficial.