Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo fitoquímico de Stizophyllum perforatum (Cham.) Miers (Bignoniaceae) e avaliação de sua citotoxicidade e atividade leishmanicida

Processo: 16/11343-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Patricia Mendonça Pauletti
Beneficiário:Osvaine Junior Alvarenga Alves
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Química de produtos naturais   Compostos fitoquímicos   Tripanossomicidas   Bignoniaceae   Citotoxicidade   Ensaios químicos

Resumo

Stizophyllum perforatum é uma espécie pertencente à Bignoniaceae. Esta família está distribuída nos neotrópicos, sendo representada por aproximadamente 82 gêneros e 827 espécies, com plantas arbustivas, arbóreas e trepadeiras. Estudos fitoquímicos com diversas espécies de Bignoniaceae demonstram a presença de lignanas, flavonóides, iridóides, triterpenos, naftoquinonas, ácidos cinâmicos e benzóicos, C-glicosilxantonas, fenilpropanóides, antocianidinas, alantoínas e alcalóides. Neste sentido, o estudo fitoquímico de Stizophyllum perforatum torna-se atrativo, visto que não há estudos químicos e acerca desta espécie. Além disso, a análise preliminar com os extratos obtidos demonstrou atividade leishmanicida. Desta forma, a proposta deste projeto de pesquisa é realizar o estudo químico do extrato etanólico das folhas de S. perforatum com uso potencial como leishmanicida, bem como avaliar também as propriedades citotóxicas e contribuir com a formação de recursos humanos na região de Franca.