Busca avançada
Ano de início
Entree

Ensaio clínico randomizado para avaliação de remissão clínica e qualidade de vida nos pacientes com Retocolite Ulcerativa: Adalimumabe versus Infliximabe

Processo: 16/01627-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Ligia Yukie Sassaki
Beneficiário:Gabriela Cabral Bissoli
Instituição Sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Gastroenterologia   Proctocolite   Doenças inflamatórias intestinais   Avaliação de medicamentos   Ensaio clínico
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:doença inflamatória intestinal | Retocolite Ulcerativa Inespecífica | Gastroenterologia

Resumo

A Retocolite Ulcerativa (RCU) é uma doença inflamatória crônica que cursa com diarreia, dor abdominal, fadiga e perda de peso, além de manifestações extra intestinais, que podem comprometer os relacionamentos sociais e a qualidade de vida de seus portadores. A terapia biológica revolucionou o tratamento da RCU e consiste em anticorpos anti-fator de necrose tumoral (anti-TNF). No Brasil, temos disponíveis o Infliximabe (IFX) e o Adalimumabe (ADA). A escolha entre os dois agentes é baseada na preferência do paciente, comodidade de aplicação ou indicação médica. Na literatura não existem ensaios clínicos prospectivos comparando a eficácia dessas medicações. Pretendemos, com este estudo, comparar a eficácia do IFX versus ADA para resposta clínica e melhora na qualidade de vida dos pacientes. Será realizado um ensaio clínico aberto, no qual 36 pacientes com RCU serão randomizados e acompanhados por 14 semanas. Serão selecionados pacientes atendidos no HC da Faculdade de Medicina de Botucatu com indicação de terapia biológica. Os pacientes serão avaliados nas semanas 0 e 14 de tratamento. Em todas as avaliações, serão coletados dados da doença e avaliação da qualidade de vida. Para avaliação da atividade clínica da doença será utilizado o Escore de Mayo. Para avaliação da qualidade de vida, serão utilizados o Short-Form Health Survey (SF-36) e o Inflammatory Bowel Disease Questionnaire (IBDQ). As variáveis de desfecho serão a melhora da doença caracterizada pelo Escore de Mayod2 pontos e a melhora da qualidade de vida (IBDQ >210 pontos) na semana 14. Análise Estatística: estatística descritiva, ANOVA com medidas repetidas no tempo considerando a interação medicamento x tempo, seguida do teste de comparação múltipla de Tukey ajustado. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)