Busca avançada
Ano de início
Entree

Níveis plasmáticos de catecolaminas em pacientes com câncer de boca e orofaringe: correlação com os sintomas de ansiedade e sua influência sobre o prognóstico da doença

Processo: 15/12485-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Daniel Galera Bernabé
Beneficiário:Daniela Brito Bastos
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Catecolaminas   Biomarcadores   Prognóstico   Neoplasias   Oncologia   Ansiedade

Resumo

Estudos têm mostrado que hormônios relacionados ao estresse crônico como as catecolaminas podem influenciar a progressão do câncer. Entretanto, pouco se sabe sobre a influência das catecolaminas sobre o prognóstico do câncer de boca e orofaringe. O objetivo deste estudo é avaliar se os níveis plasmáticos de catecolaminas (norepinefrina, epinefrina e dopamina) em pacientes com carcinoma espinocelular (CEC) de boca e orofaringe são associados aos sintomas psicológicos de ansiedade e sua influência sobre fatores prognósticos da doença. A casuística será composta por 100 pacientes com CEC de boca, 70 pacientes com CEC de orofaringe, 100 portadores de leucoplasia bucal e 100 voluntários saudáveis sem câncer ou leucoplasia. Variáveis clínicas como idade, sexo, localização do tumor, consumo de tabaco e álcool e estadiamento clínico serão registradas. Sangue periférico será coletado e o plasma será separado. Os níveis hormonais das catecolaminas plasmáticas norepinefrina, epinefrina e dopamina serão mensuradas por Cromatografia Líquida de Alta Performance (HPLC). Os níveis psicológicos de ansiedade no momento pré-tratamento da doença serão mensurados pelo Inventário de Ansiedade de Beck (BAI). Testes estatísticos específicos serão usados para avaliar as diferenças dos níveis hormonais entre os grupos estudados, sua correlação com os níveis de ansiedade e variáveis clinicopatológicas e sua influência sobre o prognóstico do câncer. Os resultados poderão trazer novas evidências da influência dos hormônios relacionados ao estresse psicológico sobre a progressão do câncer de cabeça e pescoço.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BASTOS, DANIELA B.; SARAFIM-SILVA, BRUNA A. M.; SUNDEFELD, MARIA LUCIA M. M.; RIBEIRO, AMANDA A.; BRANDAO, JULIANA D. P.; BIASOLI, EDER R.; MIYAHARA, I, GLAUCO; CASARINI, DULCE E.; BERNABE, DANIEL G. Circulating catecholamines are associated with biobehavioral factors and anxiety symptoms in head and neck cancer patients. PLoS One, v. 13, n. 8 AUG 20 2018. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
Plasma catecholamines levels in oral and oropharyngeal cancer patients and their associations with clinicopathological variables and anxiety symptoms. 2017. 80 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista (Unesp) Faculdade de Odontologia.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.