Busca avançada
Ano de início
Entree

Periodontite e artrite reumatoide - associação, duplo tratamento e resolução

Processo: 16/09876-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 31 de outubro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Joni Augusto Cirelli
Beneficiário:Rafael Scaf de Molon
Supervisor no Exterior: Marije Ingrid Koenders
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Local de pesquisa : Radboud University Nijmegen, Holanda  
Vinculado à bolsa:15/21697-5 - Uma potencial nova classe de droga para inibir a reabsorção óssea, fitocistatina Csin-CPI-2 derivada da laranja, como possível candidato terapêutico para tratamento de doenças ósseas, BP.PD
Assunto(s):Perda do osso alveolar   Osteoclastos   Doenças periodontais   Artrite reumatoide

Resumo

Artrite reumatóide (RA) e periodontite (PD) são condições crônicas prevalentes associados com significativa morbidade. Ambas as condições são caracterizadas por inflamação crônica e destruição tecidual local. Evidências de nossos e de outros grupos de estudo, indicam que RA e PD não só muitas vezes coincidem, mas também podem ter uma etiopatogenia compartilhada. A produção de partículas inflamatórias e microbianas durante PD pode aumentar a ativação imune artritogênica. Além disso, PD pode induzir uma quebra de tolerância imunológica em indivíduos geneticamente predispostos, resultando na produção de anticorpos anti-citrulinados peptídicos (ACPA) e elevadas respostas do subtipo celular Th17. É relevante clinicamente investigar se a atividade da doença RA pode ser diminuída por meio de tratamento oral de PD. Assim, o objetivo deste trabalho será estabelecer e validar um novo modelo combinado para RA e PD, que visa mimetizar RA e PD humanas utilizando-se o modelo de rato de arroz, e artrite adjuvante crônica. Para obter mais conhecimentos sobre a interligação dos dois modelos de doenças ao nível imunológico, níveis de ACPA serão determinados, os linfócitos T coletados a partir do baço, linfonodos drenantes e não drenantes serão isolados, a sua capacidade de resposta aos vários antígenos será investigada, e os subtipos de células T serão analisados por citometria de fluxo. Posteriormente, este modelo será validado com medicamentos anti-reumáticos atuais, como tratamento anti-TNF. Nosso próximo objetivo será testar a viabilidade e eficácia de uma nova modalidade de duplo tratamento para PD e RA usando biomateriais para liberação local sustentada. Para este fim, microesferas de PLGA serão utilizadas como veículo para a liberação local de resolvina E1 durante PD. Para provar nosso conceito de que a artrite pode ser suprimida por meio de tratamento da DP, os ratos com DP crônica e artrite induzida serão tratado com um sistema de liberação local na gengiva contendo RvE1. A gravidade da artrite crônica e periodontite serão avaliadas clinicamente, e por meio de exames radiológicos, histopatológicos, imunológicos (marcadores de inflamação e auto-reatividade) e microbiológico.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.