Busca avançada
Ano de início
Entree

Gerenciamento de risco da transmissão sexual do HIV entre pessoas vivendo com o HIV/AIDS

Processo: 15/23008-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 20 de novembro de 2016
Vigência (Término): 19 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Doenças Contagiosas
Pesquisador responsável:Renata Karina Reis
Beneficiário:Renata Karina Reis
Anfitrião: Bruno Spire
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Aix-Marseille Université (AMU), França  
Assunto(s):Prevenção de doenças transmissíveis   Parceiros sexuais   HIV   Comportamento sexual

Resumo

Apesar das conquistas notáveis nos últimos 30 anos, a infeção pelo vírus da imunodeficiencia humana (HIV) continua sendo uma grande ameaça para a saúde pública. Enquanto em muitos países o número de novas infecções do HIV continua a diminuir em diferentes regiões do mundo e na América Latina de 20015 a 2013. No Brasil no mesmo período, o número de novas infecções aumentou 11%. Desta forma, é necessário avançar quanto ao enfrentamento da epidemia da aids no país. Desafios ainda persistem para abordagem da sexualidade no país e apesar do crescente papel da sorodiscordância na epidemia global da infecção pelo HIV/aids, estratégias voltadas especificamente para os casais sorodiscordantes são inexistentes ou inadequados. Diante disto, A implementação e a eficácia de estratégias preventivas combinadas para a prevenção da transmissão sexual do HIV tem sido o foco de muitos estudos. O gerenciamento do risco de transmissão sexual do HIV pelas pessoas vivendo com o HIV/aids e seus parceiros deve fazer parte do aconselhamento pela equipe de saúde a fim de ajudá-los na decisão e escolha consciente sobre a eficácia do uso de um método preventivo sozinho e a combinação destes na transmissão sexual do HIV. Portanto, o objetivo geral deste estudo é aanalisar os preditores para o gerenciamento de risco da transmissão sexual do HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis e sua associação com aspectos sociodemográficas, comportamentais, clínicas e psicossociais. Trata-se de um estudo prospectivo, analítico que será realizado em Ribeirão Preto-SP nos serviços especializados no atendimento em HIV/aids (SAE). Os dados serão coletados por meio de entrevista individual com os indivíduos utilizando um instrumento semiestruturado. Serão convidados a participar do estudo pessoas vivendo com o HIV/aids maiores de 18 anos, estar em acompanhamento clínico-ambulatorial nos serviços escolhidos e comparecer aos retornos médicos agendados no período de estudo; e ter parceiro (a) sexual soronegativo ao HIV. Os dados coletados serão duplamente digitalizados e organizados em planilhas do programa Microsoft Excel e analisados estatisticamente por meio do software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) versão 17.0. Será utilizado estatística descritiva, para caracterizar os participantes quanto às variáveis coletadas. Para verificar a associação entre as variáveis do estudo com relação às variáveis relacionadas ao gerenciamento do risco de transmissão do HIV será realizado o teste Qui-quadrado. Posteriormente, os preditores serão analisados por modelos de regressão logística univariada e multivariada, nos quais serão calculados o Odds Ratio (OR) bruto e o OR ajustado com seus respectivos intervalos de confiança de 95%. Os valores de p menores que 0,05 serão considerados significativos. O estudo será submetido ao Comitê de ética em Pesquisa da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.