Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação de assinaturas mutacionais em adenocarcinomas gástricos e avaliação de seus possíveis impactos prognósticos

Processo: 16/11791-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Israel Tojal da Silva
Beneficiário:Monize Nakamoto Provisor Santos
Instituição-sede: A C Camargo Cancer Center. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/26897-0 - Epidemiologia e genômica de adenocarcinomas gástricos no Brasil, AP.TEM
Assunto(s):Biologia computacional

Resumo

Adenocarcinomas gástricos (AdGs) são neoplasias de grande agressividade e alta incidência no Brasil. Os altos índices mundiais de mortalidade dos AdGs se devem aos poucos sinais clínicos da doença em seus estágios iniciais, o que leva uma detecção tardia na maioria dos casos. Sendo o AdG uma doença de forte componente genético e ambiental em sua etiologia, a busca por processos causadores de mutações somáticas que contribuem para a sua formação e progressão, pode auxiliar na compreensão da biologia tumoral em um contexto evolutivo e, consequentemente, permitir avanços no prognóstico e na determinação de abordagens terapêuticas. Devido a escassez de estudos que associem características moleculares à clínica, além da inexistência de dados moleculares em grande escala obtidos da população brasileira, este trabalho propõe analisar o perfil mutacional de amostras de AdG, provenientes da nossa população, em busca de assinaturas moleculares que possam ser associadas a aspectos clínicos de interesse. Os dados genômicos utilizados serão obtidos dentro dos objetivos de um projeto temático recentemente aprovado pela FAPESP (14/26897-0) e contrastados com dados globais produzidos pelo consórcio internacional TCGA. Para a detecção de assinaturas mutacionais de amostras tumorais, será utilizado um método computacional e estatístico desenvolvido pelo Laboratório de Bioinformática e Biologia Computacional do CIPE. Ao final, pretendemos contribuir para um melhor entendimento dos mecanismos envolvidos na tumorigênese, nos distintos subtipos tumorais dos AdGs, com potencial impacto na prática clínica.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.