Busca avançada
Ano de início
Entree

Silenciamento da ARHGAP21 em células primárias e técnicas de imagem de medula óssea de camundongos por microscopia confocal

Processo: 16/12876-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Sara Teresinha Olalla Saad
Beneficiário:Mariana Ferreira Pissarra
Instituição-sede: Centro de Hematologia e Hemoterapia (HEMOCENTRO). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/51959-0 - Biologia das doenças neoplásicas da medula óssea, AP.TEM
Assunto(s):Microscopia confocal   Medula óssea   Hematologia   Inativação gênica   Hematopoese

Resumo

A proteína ARHGAP21 tem demonstrado um papel importante na proliferação, migração e morfologia de células tumorais. Nosso grupo de pesquisa desenvolveu um modelo de camundongos nocautes para Arhgap21 a fim de avaliar o papel desta proteína na hematopoese. Experimentos realizados durante o desenvolvimento do projeto temático mostraram que estes animais apresentam reduzida migração e adesão de células hematopoéticas, além de diminuição na quimiotaxia e homing ineficaz após transplante de medula óssea. Estudos complementares sobre as funções de Arhgap21 na hematopoese podem ser conduzidos utilizando-­se técnicas de imagem da medula óssea destes animais, por microscopia confocal, para observação dos diferentes nichos medulares e localização das células ­tronco e progenitoras. Além disso, uma vez que os animais nocautes homozigotos para Arhgap21 aparentemente não são viáveis e os estudos têm sido realizados com animais heterozigotos, seria interessante a obtenção de células primárias murinas com maiores níveis de silenciamento gênico de Arhgap21. (AU)