Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito de medicações intracanais utilizadas na revascularização/revitalização pulpar na resistência de união (push-out) do MTA Angelus branco® e Biodentine®

Processo: 16/10889-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Adriana de Jesus Soares
Beneficiário:Mariana Valerio Pallone
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Medicação intracanal   Revascularização pulpar   Ciclagem térmica (odontologia)   Hidróxido de cálcio   Clorexidina   Propriedades termomecânicas

Resumo

O tratamento endodôntico em dentes com rizogênese incompleta é um desafio devido à presença de ápices abertos e paredes dentinárias finas e frágeis que podem levar a fraturas. As opções de tratamento envolvem a apicificação com trocas de medicação intracanal e plug de MTA na região apical, e recentemente surgiu uma nova alternativa que é o procedimento de revitalização/revascularização pulpar. O objetivo deste estudo é avaliar o efeito três medicações intracanais na resistência de união (push-out) do MTA Angelus branco® e Biodentine ®, sendo esses últimos utilizados como selamento cervical no procedimento de dentes revascularizados. Serão selecionados 70 pré-molares inferiores humanos extraídos, divididos em 7 grupos com 10 dentes cada, de acordo com o selamento cervical e a medicação intracanal, sendo que esta permanecerá por 21 dias. Os grupos serão: Grupo 1: dentes medicados com hidróxido de cálcio P.A e clorexidina 2% gel e selados com MTA Angelus branco®; Grupo 2: dentes medicados com hidróxido de cálcio P.A e clorexidina 2% gel e selados com Biodentine®; Grupo 3: dentes medicados com hidróxido de cálcio P.A e água destilada e selados com MTA Angelus branco®; Grupo 4: dentes medicados com hidróxido de cálcio P.A e água destilada e selados com Biodentine®; Grupo 5: dentes medicados com pasta tripla antibiótica (metronidazol, ciprofloxacina e minociclina) e selados com MTA Angelus branco®; Grupo 6: dentes medicados com pasta tripla antibiótica e selados com Biodentine®; Grupo 7: grupo controle (sem medicação intracanal), 5 dentes selados com MTA Angelus branco® e 5 dentes selados com Biodentine®. Posteriormente, os espécimes serão submetidos aos testes de ciclagem termomecânica para simular o período de um ano de condição clínica e, logo após, serão seccionados transversalmente no terço cervical para serem analisados por meio do teste de push-out em máquina de ensaio universal. Os resultados obtidos serão analisados estatisticamente ao nível de significância de 5%.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)