Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da atividade tripanocida de ligantes da classe tiossemicarbazona e seus complexos de paládio e platina

Processo: 16/04702-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia
Pesquisador responsável:Zumira Aparecida Carneiro
Beneficiário:Ricardo Souza Camargo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças negligenciadas   Doença de Chagas   Amastigotes   Compostos de coordenação   Tripanossomicidas   Desenvolvimento de fármacos   Citotoxicidade

Resumo

Cento e um anos após a descoberta da doença de Chagas, ela permanece no topo da lista das doenças negligenciadas e continua vitimando milhares de pessoas, principalmente nas regiões mais carentes da América Latina. Causada pelo parasita Tripanossoma cruzi, é uma doença silenciosa, pois pode permanecer assintomática por anos. Nos últimos 40 anos, somente dois medicamentos têm sido aplicados para o tratamento da doença de Chagas, sendo que atualmente apenas um único medicamento encontra-se disponível no mercado, na maioria dos países. Ademais, estes dois fármacos não tratam a fase crônica e possuem efeitos colaterais severos. Nos últimos, anos houve progresso nos esforços para desenvolver novos fármacos com atividade tripanocida e muitas pesquisas têm sido conduzidas neste âmbito. Os complexos metálicos são os principais alvos desta pesquisa. Assim, pretende-se avaliar atividade tripanocida, fazendo-se uma relação entre as estruturas dos complexos e a atividade biológica com o intuito de obter potenciais fármacos para o tratamento da doença de Chagas. (AU)