Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação entre indicadores de adiposidade e maturação sexual em crianças e adolescentes brasileiros

Processo: 16/05486-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Fernando Adami
Beneficiário:Livia Akemi Ramos Takahashi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina do ABC (FMABC). Organização Social de Saúde. Fundação do ABC. Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Adiposidade   Obesidade

Resumo

Introdução: A obesidade é um fator de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas, que causam grande mortalidade no mundo. Uma forma de se medir o grau de obesidade, é através de indicadores de adiposidade, como as dobras cutâneas do tríceps e da panturrilha, a circunferência da cintura e o somatório das dobras cutâneas (subescapular, supra ilíaca, da panturrilha e do tríceps). Durante a maturação sexual, esses indicadores começam a se sobressair, de forma a permitir questionar se um processo fisiológico e natural (como a maturação sexual) pode dar origem a um risco de mortalidade (como a obesidade). Objetivo: Analisar a influência do status de maturação sexual sobre os indicadores de adiposidade corporal em crianças e adolescentes com idade entre 7 e 14 anos de Florianópolis, SC, Brasil. Métodos: O estudo foi realizado com base em um banco de dados coletado em 2007 na cidade de Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, com meninos e meninas de 7 a 14 anos de idade. Maturação sexual foi avaliada segundo critérios de Tanner e indicadores de adiposidade (dobras cutâneas e circunferência da cintura) avaliados por adipômetro e cirtometria. As variáveis quantitativas foram descritas por medidas de tendência central e de dispersão de acordo com a normalidade dos dados, que será avaliada pelo teste de Shapiro-Wilk. As variáveis qualitativas foram descritas por frequência absoluta e relativa, e analisadas pelo teste de Qui-quadrado. O nível de significância adotado foi de 95%. As análises foram realizadas no Stata 11.0