Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelos bayesianos inflacionados de zeros para a abundância numérica e em peso e distribuição de peixes de riachos: dados com estrutura de dependência espacial baseada no curso da água e suas confluências

Processo: 15/03739-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Júlio César Pereira
Beneficiário:Júlio César Pereira
Anfitrião: Martin Spencer Ridout
Instituição-sede: Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade (CCTS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Kent, Inglaterra  
Assunto(s):Biogeografia   Peixes   Modelagem de partição bayesiana   Simulação numérica

Resumo

A modelagem quantitativa da abundância e distribuição das espécies de peixes de riachos pode apresentar dificuldades devido a algumas particularidades dos dados, tais como excesso de zeros, causado pela ausência de captura, e correlação espacial entre as observações nos diferentes pontos de coleta. O presente projeto tem por objetivo propor modelos bayesianos que se ajustem aos dados coletados e forneçam predições precisas da abundância e distribuição das espécies de peixes, considerando-se o excesso de zeros e a correlação espacial calculada através de distâncias que dependem da calha do curso d'água e suas confluências, visto que a distância euclidiana pode não ser adequada nesses casos. Considerando-se a captura em número de indivíduos, serão incorporados aos modelos de Poisson inflacionado de zeros (ZIP) e binomial negativo inflacionado de zeros (ZINB), uma variável latente que acomode a estrutura de correlação espacial expressa por essa distância não euclidiana. Considerando-se a captura em peso, a estrutura de correlação será incorporada ao modelo Poisson composto da família de distribuições de Tweedie. Serão realizadas simulações para avaliar o ajuste e a capacidade preditiva dos modelos propostos, bem como para compará-los com versões mais simples dos mesmos. Para ilustrar os procedimentos metodológicos propostos será apresentada uma aplicação de tais modelos a um conjunto de dados coletados em riachos das bacias dos rios Sorocaba e Paranapanema, e também da bacia do rio Corumbataí, no Estado de São Paulo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)