Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão gênica de Agave spp. para bioenergia: explorando o potencial de plantas CAM

Processo: 16/05396-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Gonçalo Amarante Guimarães Pereira
Beneficiário:Fabio Trigo Raya
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/04900-7 - Análise transcriptômica de Agave spp, BE.EP.MS
Assunto(s):Análise de sequência de RNA   Biologia molecular   CAM   Biomassa

Resumo

Diferentes espécies de Agave são cultivadas comercialmente para a produção de fibras ou de bebidas alcoólicas. Entre as Agaves cultivadas para obtenção de fibras, a espécie mais utilizada é a Agave sisalana (Sisal). Atualmente, o Brasil é o principal exportador mundial da fibra do sisal com 70 % e também o principal produtor com 58 % da produção mundial. O sisal é a principal fonte de extração de fibras duras vegetais do mundo. A agaveicultura brasileira ocupa uma extensa área de solos pobres em nutrientes na região semiárida do Nordeste, regiões onde, muitas vezes, é a única alternativa de cultivo com resultados econômicos satisfatórios. Este sucesso deve-se principalmente ao Metabolismo ácido crassuláceo (CAM), um mecanismo fotossintético mais eficiente em uso de água. Nos últimos anos tem se observado queda na produção desta cultura devido a dois grandes fatores: (i) rendimento baixo do material colhido, apenas 4% da folha é convertida em fibra comercial, e (ii) maior competitividades das fibras sintéticas. Este senário aliado às adaptações ao ambiente destas plantas e as novas tecnologias para produção de etanol, permitem uma oportunidade singular para a produção de energia renovável em áreas marginais. Além disso, projeções sobre o aquecimento global sugerem aumento gradual na severidade e frequência de condições climáticas extremas, como secas e altas temperaturas. Agaves aparecem como um possível modelo pra se criar soluções agronômicas associadas às mudanças climáticas. Neste contexto, o presente projeto propõe obter o transcriptoma de 3 espécies de Agave e seus perfis glicômicos para se entender os mecanismos de regulação de CAM e produção de biomassa.