Busca avançada
Ano de início
Entree

Expectativas e motivações acerca do consumo de álcool durante a gravidez: um estudo clínico-qualitativo

Processo: 16/07530-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Débora Gusmão Melo
Beneficiário:Júlia Lustosa Martinelli
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Gravidez   Pesquisa qualitativa   Motivação

Resumo

O consumo de álcool durante a gravidez é um problema de saúde pública em função da alta prevalência e das repercussões materno-fetais. O álcool é um teratógeno associado a diversos prejuízos no desenvolvimento embriofetal, especialmente no cérebro, que é o órgão mais vulnerável. A quantidade segura de álcool que uma grávida poderia consumir não está definida, por isso recomenda-se abstinência total durante toda gestação. Este projeto pretende investigar as expectativas e motivações para consumo de álcool durante a gravidez em um grupo de mulheres da cidade de São Carlos, São Paulo. Trata-se de pesquisa clínico-qualitativa, exploratória, na qual 15 mulheres que estiveram grávidas durante o ano de 2015, e que na ocasião do puerpério foram identificadas como consumidoras de bebida alcoólica durante a gravidez por meio do instrumento de rastreio T-ACE, serão entrevistadas em profundidade de acordo com um temário pré-estabelecido, que se traduzirá em questões abertas, articuladas dentro de uma rede complexa com o objeto do estudo. Os dados coletados serão gravados e os relatos serão transcritos, compondo um corpus que será investigado pela técnica de análise de conteúdo categorial temática. Os resultados serão organizados em categorias e temas, que serão examinados e discutidos com auxílio da literatura e da experiência clínica das pesquisadoras, por meio de abordagem compreensiva e interpretativa. Em última instância, pretende-se contribuir com assistência à saúde prestada à mulher e colaborar para construção de um programa de prevenção de atraso de desenvolvimento neuropsicomotor, deficiência intelectual e defeitos congênitos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.