Busca avançada
Ano de início
Entree

Frequência relativa e características clínico-epidemiológicas dos casos de peritonite fúngica em pacientes sob terapia renal substitutiva através de diálise peritoneal no centro integrado de nefrologia da UNICAMP no período de 2005 a 2015

Processo: 16/09170-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Plinio Trabasso
Beneficiário:André Henrique Miyoshi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Epidemiologia   Infectologia   Insuficiência renal crônica   Diálise peritoneal   Peritonite   Prática clínica   Perfil de saúde   Registros médicos

Resumo

A Doença Renal Crônica define-se por processos fisiopatológicos associados à perda progressiva da TFG. Muitos pacientes em estágio final de doença renal precisam recorrer a métodos de diálise. A diálise nesses pacientes em doença renal terminal proporciona um aumento na expectativa de vida e na redução de complicações. Os métodos mais usados na prática clínica são a hemodiálise e a diálise peritoneal. O principal problema enfrentado em pacientes em diálise peritoneal é a peritonite. A peritonite é comumente causada por diversos microorganismos. A peritonite de etiologia fúngica, apesar pouco frequente, apresenta altas taxas de mortalidade e morbidade. Justificativa: O projeto a ser realizado no Hospital das Clínicas da Unicamp tem como objetivo analisar retrospectivamente os casos de Peritonite de etiologia fúngica nos últimos 10 anos tendo em vista a severidade dos sintomas apresentados e a necessidade de traçar um perfil epidemiológico das afecções fúngicas da região compreendida pelo serviço do Hospital das Clínicas. Objetivo: Caracterização clínica dos pacientes com Peritonite Fúngica bem avaliação das condições que levaram ao quadro. Metodologia: Descritivo Retrospectivo Coorte Longitudinal com análise de prontuários de pacientes maiores de 18 anos acompanhados na disciplina de nefrologia em TRS por meio de diálise peritoneal que desenvolveram pelo menos um episódio de peritonite de etiologia fúngica no período janeiro de 2005 a dezembro de 2015.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)