Busca avançada
Ano de início
Entree

Prematuridade e problemas de comportamento em duas amostras de crianças de diferentes culturas

Processo: 16/11533-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 20 de setembro de 2016
Vigência (Término): 19 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Pesquisador responsável:Maria Beatriz Martins Linhares
Beneficiário:Rafaela Guilherme Monte Cassiano
Supervisor no Exterior: Rosario Montirosso
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Local de pesquisa : Istituto Scientifico Eugenio Medea, Itália  
Vinculado à bolsa:13/12509-5 - Impacto do risco neonatal e do temperamento no comportamento de crianças nascidas pré-termo na fase pré-escolar, BP.DR
Assunto(s):Epigênese genética   Nascimento prematuro   Análise do comportamento   Comportamento social   Psicologia da criança

Resumo

Crianças nascidas pré-termo apresentam mais problemas de comportamento do que as crianças nascidas a termo. Os problemas no desenvolvimento associados à prematuridade podem estar relacionados aos ambientes estressores que essas crianças estão expostas no início do seu desenvolvimento, como a Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Estudos recentes mostram que essa experiência inicial adversa também pode afetar a expressão dos genes em crianças nascidas pré-termo, por meio de mecanismos de alterações epigenéticas. O presente projeto inclui dois estudos. O Estudo 1 tem como objetivo realizar uma comparação transcultural dos problemas de comportamento entre crianças nascidas muito pré-termo do Brasil e da Itália. A amostra será composta por 100 crianças nascidas muito pré-termo do Brasil e 100 crianças nascidas muito pré-termo da Itália. Os problemas de comportamento serão avaliados pelo Child Behavior Checklist. Serão realizadas análises de comparação entre grupos, por meio do teste t de Student e do teste Qui-Quadrado. O Estudo 2 tem como objetivo a participação na pesquisa "Efeitos a longo prazo de experiências adversas em crianças nascidas muito pré-termo: marcadores comportamentais e biológicos da exposição precoce ao estresse e desenvolvimento socioemocional de crianças em situação de risco ", coordenado pelo Dr. Rosario Montirosso e Dr. Livio Provenzi. A amostra será composta por 50 crianças nascidas muito pré-termo e 50 crianças nascidas a termo, na fase de 4 a 5 anos de idade. O temperamento e a regulação do estresse serão avaliados pelo Lab-TAB. A participação nessa pesquisa irá trazer avanços para as pesquisas no Brasil sobre a metodologia de pesquisa em marcadores biológicos de exposição ao estresse precoce, mecanismos epigenéticos e sua associação com o temperamento e desenvolvimento socioemocional de crianças nascidas pré-termo. (AU)