Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da diversidade da microbiota supra e subgengival e perfil de proteínas da saliva e da película do esmalte de indivíduos com periodontite crônica e sucessão microbiana

Processo: 16/13159-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Marcia Pinto Alves Mayer
Beneficiário:Dione Kawamoto
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/18273-9 - Novas estratégias para o controle das periodontites, AP.TEM
Assunto(s):Proteoma   Periodontite crônica   Saliva   Microbiologia oral

Resumo

A periodontite crônica (PC) é associada à disbiose da microbiota oral, onde a sucessão microbiana determinada principalmente por P. gingivalis leva a formação de um biofilme patogênico, capaz de induzir uma resposta inflamatória destrutiva no hospedeiro. A saliva possui um importante papel na manutenção da homeostase oral e biomoléculas da saliva podem prover informações a respeito de vários órgãos e sistemas, e sua composição influencia a composição microbiana e reflete a resposta imune. Hipótese: Este projeto visa testar a hipótese de que pacientes com PC apresentam diferenças na composição salivar em relação a indivíduos com periodonto sadio (PS) resultando em diferenças na película adquirida que se refletem na microbiota oral. Estas diferenças na composição da saliva podem interferir em outros processos como na capacidade de imunomodulação e atividade antimicrobiana da saliva. Serão avaliados pacientes com PC e seus controles quanto à diversidade da microbiota do biofilme oral e fecal, caracterizado o perfil de proteínas da saliva, película adquirida e de citocinas salivares. Além disso, será determinada a influência da composição da película adquirida em interferir na adesão e formação de biofilme. O efeito imunomodulador e a atividade antimicrobiana da saliva será determinado em ambos os grupos. Métodos: Serão selecionados indivíduos com PC e indivíduos controle com PS. Serão coletadas amostras de biofilme supra e subgengival, saliva total estimulada e não estimulada, de parótida, película do esmalte, e fezes. A diversidade microbiana de fezes e biofilme será realizada após amplificação de 16SrRNA seguida de sequenciamento de alta performance. O perfil de proteínas da saliva e película será determinado por espectrometria de massa. O perfil de citocinas da saliva será determinado usando o sistema MagPix. A atividade imunomodulatória de saliva de pacientes PC e PS será determinada em macrófagos ativados com LPS, e a atividade antimicrobiana determinada por qPCR de viáveis. O papel da composição da película em interferir na composição do biofilme e da saliva em agregar microrganismos será determinado em ensaio de biofilme microcosmo, com película formada com saliva, seguindo-se ensaio com bactérias isoladas. Os resultados das diferentes técnicas serão avaliados conjuntamente, de maneira a selecionar potenciais biomarcadores representado por proteínas salivares, variantes genéticas e grupos microbianos na cavidade oral e fezes, apresentados de maneira diferencial em PC e PS. Esperamos assim demonstrar que diferenças na composição da saliva se relacionam às diferenças no microbioma oral e fecal, com reflexo nas condições dos tecidos periodontais. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ISHIKAWA, KARIN HITOMI; MITA, DANIELA; KAWAMOTO, DIONE; NICOLI, JACQUES ROBERT; ALBUQUERQUE-SOUZA, EMMANUEL; LORENZETTI SIMIONATO, MARIA REGINA; ALVES MAYER, MARCIA PINTO. Probiotics alter biofilm formation and the transcription ofPorphyromonas gingivalisvirulence-associated genes. JOURNAL OF ORAL MICROBIOLOGY, v. 12, n. 1 JAN 1 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.