Busca avançada
Ano de início
Entree

Comparação da autópsia minimamente invasiva em relação à autópsia convencional para o diagnóstico post-mortem de neoplasias malignas

Processo: 16/03461-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Paulo Hilário Nascimento Saldiva
Beneficiário:Lisie Tocci Justo Luvizutto
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/21728-2 - Uso de modernas técnicas de autópsia na investigação de doenças humanas (MODAU), AP.TEM
Assunto(s):Autopsia   Autópsia minimamente invasiva   Neoplasias

Resumo

Ao longo de toda a história, desde os primeiros estudos anatômicos conhecidos na Idade Média até o uso de modernas técnicas moleculares para o estudo de processos fisiopatológicos, a autópsia mostrou ser um processo importante e fonte de muito material para o avanço do conhecimento científico. Apesar do surgimento de um amplo conjunto de técnicas de imagem vários estudos têm demonstrado que a autópsia continua a ser crucial para a avaliação integrada do processo de doença, a avaliação de novas patologias e controle de qualidade do serviço médico. Dado o amplo acesso a material biológico, ela permite também o desenvolvimento concomitante de diversos projetos de pesquisa. A Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo procura fazer o melhor uso possível do grande potencial que representam suas 14 mil autópsias anuais. Embora pareça razoável que o aumento da capacidade, dos métodos de imagem pode garantir uma correlação mais confiável com a realidade, estas validações são, em geral, realizadas apenas no dia-a-dia do uso de equipamentos e não de forma estruturada levando em contas aspectos clínicos e patológicos de forma correlata. Uma alternativa é a realização destes estudos post-mortem, mas ainda em pequeno número, já que é difícil a obtenção de amostras rotineiramente. A presente proposta tem como objetivo utilizar exames de imagem e a autópsia para explorar o conceito de autópsia minimamente invasiva como uma alternativa para aumentar o número de autópsias e reforçar a sua importância não somente como método diagnóstico, mas também como forma de promover a geração de novos conhecimentos sobre a biologia tumoral.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS SANTOS, NATHALIA VILLA; ZILLI VIEIRA, CAROLINA LETICIA; NASCIMENTO SALDIVA, PAULO HILARIO; MAZZILLI, BARBARA PACI; SAIKI, MITIKO; SAUEIA, CATIA HELOISA; SALDIVA DE ANDRE, CARMEN DIVA; JUSTO, LISIE TOCCI; NISTI, MARCELO BESSA; KOUTRAKIS, PETROS. Levels of Polonium-210 in brain and pulmonary tissues: Preliminary study in autopsies conducted in the city of Sao Paulo, Brazil. SCIENTIFIC REPORTS, v. 10, n. 1 JAN 13 2020. Citações Web of Science: 0.
CREMASCO TAKANO, ANA PAULA; JUSTO, LISIE TOCCI; DOS SANTOS, NATHALIA VILLA; MARQUEZINI, MONICA VALERIA; DE ANDRE, PAULO AFONSO; MONTEIRO DA ROCHA, FRANCISCO MARCELO; PASQUALUCCI, CARLOS AUGUSTO; BARROZO, LIGIA VIZEU; SINGER, JULIO M.; SALDIVA DE ANDRE, CARMEN DIVA; NASCIMENTO SALDIVA, PAULO HILARIO; VERAS, MARIANA MATERA. Pleural anthracosis as an indicator of lifetime exposure to urban air pollution: An autopsy-based study in Sao Paulo. Environmental Research, v. 173, p. 23-32, JUN 2019. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.