Busca avançada
Ano de início
Entree

Semeando Flutuadores Lagrangeanos desde o Fluxo através da Indonésia até o Atlântico Sul

Processo: 16/16959-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 31 de outubro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Física
Pesquisador responsável:Edmo José Dias Campos
Beneficiário:Bruno Castaldi
Supervisor no Exterior: Mohamed Iskandarani
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Miami, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:14/02225-2 - Conexões entre o Vazamento das Agulhas e o Clima na América do Sul - Estudo com Modelo Acoplado Oceano-Atmosfera, BP.DR
Assunto(s):Mudança climática   Atlântico Sul

Resumo

A célula Global da Circulação de Revolvimento Meridional (do inglês, MOC, Meridional Overturning Circulation) desenvolve um papel importante no sistema climático terrestre e na distribuição de calor pelo mundo. Em seu ramo superficial, águas quentes são transportadas através de diferentes bacias oceânicas. O fluxo através dos mares da Indonésia (Indonesian Througflow, ITF) e o Vazamento das Agulhas são os principais processos responsáveis, respectivamente, por importar águas do Oceano Pacífico para o Índico, e por exportar águas do Oceano Índico para o interior do Atlântico. Recentemente, mudanças em ambos os sistemas tem sido reportados e podem estar relacionados a consequências do aquecimento global, processos de interações ar-mar e variabilidade da circulação oceânica e de padrões de ventos. O presente trabalho visa estudar correlações do ITF, do Vazamento das Agulhas, e da circulação no Atlântico Sul semeando virtualmente partículas Lagrangianas desde o Pacífico até o Atlântico. Dados de saída de rodadas de uma implementação de modelo global de alta resolução com o Hybrid Coordinate Ocean Model (HYCOM) serão utilizados para simular numericamente o movimento das partículas. Por fim, os resultados obtidos serão comparados com dados disponíveis de uma rodada com o modelo acoplado oceano-atmosfera Community Earth System Model v.1 (CESM1) para o século XX a fim de entender possíveis influências nos processos ar-mar e variabilidades envolvendo ITF, sistema das Agulhas e o cima na América do Sul. Este trabalho será realizado na forma de um programa de intercâmbio na Rosenstiel School of Marine and Atmospheric Science (RSMAS) da Universidade de Miami.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: