Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo dos terpenos voláteis presentes no látex de espécies de Moraceae

Processo: 16/11647-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Botânica Aplicada
Pesquisador responsável:Simone de Pádua Teixeira
Beneficiário:Cristina Ribeiro Marinho
Supervisor no Exterior: Sylvie Baudino-Caissard
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université Jean Monnet (UJM), França  
Vinculado à bolsa:13/21794-5 - Morfologia e evolução de laticíferos em Moraceae, BP.PD
Assunto(s):Látex   Fitoquímica   Produtos naturais   Cromatografia a gás   Moraceae

Resumo

O látex é uma suspensão de partículas diversas dispersas em um líquido com índice de refração diferenciado. Considerando o grande número de espécies vegetais produtoras de látex e a diversidade de compostos presentes nesse tipo de exsudato, pode-se afirmar que ainda existe uma lacuna no conhecimento dos compostos constituintes do látex em algumas famílias. Em Moraceae, a presença de látex por toda a planta é considerada uma sinapomorfia e, nesta família, análises químicas demonstram que ele é constituído principalmente de terpenos (entre eles a borracha) e proteínas, além de compostos fenólicos, alcaloides e polissacarídeos. Análises químicas mais específicas possibilitaram o isolamento e a identificação de compostos (principalmente proteínas e borracha) presentes no látex de algumas moráceas; porém, tais estudos estão concentrados em espécies com algum interesse econômico. Além disso, pouco se sabe a respeito dos voláteis presentes no látex e suas funções para a planta. É bem conhecido que os compostos voláteis presentes no corpo vegetativo atuam na repelência de herbívoros, enquanto que aqueles presentes na flor podem também atuar na atração de polinizadores. Estudos comparativos dos compostos produzidos por estruturas secretoras presentes nos órgãos vegetativos e reprodutivos de plantas são importantes para verificar esta proposta. Além disso, informações sobre os voláteis do látex em espécies Moraceae plotadas em árvores filogenéticas, poderiam revelar a evolução dos metabolitos secundários produzidos pelos grupos de plantas. Assim, considerando a importância filogenética e ecológica do látex, os objetivos deste projeto são: (1) comparar os tipos de terpenos voláteis presentes no látex de espécies da família Moraceae; (2) verificar se os voláteis presentes no látex das flores são os mesmos presentes no látex das folhas e (3) e estudar a evolução dos compostos constituintes do látex no grupo, utilizando como apoio a filogenia mais recente da família. Para tal, o látex de 11 espécies das seis tribos de Moraceae, e de Cecropia pachystachia (Urticaceae) será coletado e analisado em um cromatógrafo a gás acoplado a um espectrômetro de massas (CG/ES). Os resultados obtidos serão tratados estatisticamente. (AU)