Busca avançada
Ano de início
Entree

Roberto Bolaño e a metafísica da violência

Processo: 16/10515-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 10 de agosto de 2016
Vigência (Término): 09 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Comparada
Pesquisador responsável:Marcos Piason Natali
Beneficiário:Marcos Piason Natali
Anfitrião: María Raquel Mosqueda Rivera
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad Nacional Autónoma de México, Coyoacán (UNAM), México  
Assunto(s):Violência

Resumo

Se é comum, na fortuna crítica do autor Roberto Bolaño, que sua obra seja associada à violência, que por vezes chega até a ser identificada como o princípio organizador de toda a obra, este projeto pretende analisar a estrutura narrativa de uma seleção de contos do autor para testar a hipótese de que os relatos breves de Bolaño na verdade constroem um inventário de posições éticas possíveis diante da violência, um repertório que não autoriza simplesmente a conclusão de que o mundo é indiferente ou imune ao sujeito ético. Em vez disso, análises detidas da matéria discursiva das narrativas de Bolaño tendem a encontrar oscilação narrativa, complexidade enunciativa e instabilidade estrutural, abalando a ideia da violência como sentido geral e inescapável da história e da existência, mesmo quando o relato inclui profecias de violência. Ao longo dos contos, há tensão recorrente entre um princípio sombrio, frequentemente reconhecido e anunciado explicitamente no texto, muitas vezes já no início da narrativa, e seus restos, isto é, aquilo que excede ou interrompe o relato. Tendo como elemento comum a dúvida em relação àquilo que será chamado de metafísica da violência, trata-se, portanto, de um trabalho de leitura comparada em três frentes: de uma seleção da obra narrativa breve de Bolaño; de sua crescente fortuna crítica; e da figuração da violência em certo arquivo filosófico contemporâneo. Trata-se de pesquisar, na bibliografia indicada e em levantamentos nas bibliotecas da UNAM-México, essas hipóteses, que por sua vez serão testadas em exposições aos docentes e alunos do Instituto de Investigaciones Filológicas da UNAM. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.