Busca avançada
Ano de início
Entree

Implementação de políticas e normas de prevenção e controle de infecções relacionadas à assistência à saúde: um estudo de caso de Brasil e Reino Unido

Processo: 16/09952-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 25 de setembro de 2016
Vigência (Término): 19 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Doenças Contagiosas
Pesquisador responsável:Maria Clara Padoveze
Beneficiário:Maria Clara Padoveze
Anfitrião: Stephen Timmons
Instituição-sede: Escola de Enfermagem (EE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Nottingham, University Park, Inglaterra  
Assunto(s):Programas nacionais de saúde   Infecção hospitalar   Implementação de plano de saúde   Políticas públicas

Resumo

Infecções Relacionadas a Assistência à Saúde (IRAS) são considerados como problema de saúde pública relevante. Segundo a Organização Mundial de Saúde, os países são recomendados a ter programas de prevenção e controle de IRAS, tanto a nível nacional como local (serviços de saúde). Apesar de ainda existir a necessidade de mais investigações para obter evidências científicas sobre várias questões nesta área, a maioria das medidas de prevenção e controle de IRAS está atualmente bem definida. No entanto, o processo de implementação não está a ser totalmente efetivado em muitos países. Portanto, há uma falta de compreensão de quais as razões pelas quais a aplicação de medidas foi bem sucedida ou não. Além disso, sabemos muito pouco sobre o processo de priorização na definição de metas a nível nacional, e se isso afeta o sucesso da implementação. Uma melhor compreensão de boas estratégias para o processo de implementação pode ser a chave para o sucesso para implementar programas nacionais de prevenção e controle de infecção. Encontrar as chaves para o sucesso será útil não só para o contexto brasileiro, mas também para outros países em que os programas nacionais estão em seus estágios preliminares. Este estudo poderá contribuir para o progresso em todo o mundo para favorecer melhorias em programas de prevenção e controle de IRAS. Objetivos. Este estudo visa compreender as principais características do processo de implementação e priorização de políticas e normas a nível nacional para a prevenção e controle de IRAS no Brasil e no Reino Unido. O estudo propõe-se a: descrever o processo de priorização de alvos na prevenção e controle de IRAS a nível nacional; descrever o processo de implementação de medidas de prevenção e controle de IRAS a nível nacional; e explorar semelhanças e diferenças entre Brasil e Reino Unido, tanto em processo de priorização como de implementação de medidas de prevenção e controle de IRAS. Métodos. O desenho do estudo é uma abordagem qualitativa, com entrevistas e análise documental. Os sujeitos de interesse para o estudo serão profissionais (médicos, enfermeiros e outros) envolvidos em diferentes níveis dos processos de priorização e implementação de medidas de prevenção e controle de IRAS no Reino Unido e no Brasil em quatro níveis: a) nacional; b) região; c) hospital; d) enfermarias ou unidades. Este projeto será realizado em três etapas: I) revisão da literatura visando recolher dados relevantes para identificar o processo de priorização e implementação de prevenção e controlo a nível nacional em ambos os países. As fontes de dados serão o banco de dados de revistas científicas (Pubmed/Medline, Scielo, Embase) e literatura cinzenta; II) entrevistas no Reino Unido e no Brasil; III) busca adicional de documentos relevantes. As entrevistas serão registradas eletronicamente e traduzidas verbatim. Será realizada análise de conteúdo segundo Bardin. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.