Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização microestrutural e da resistência a corrosão localizada da liga de alumínio AA7050

Processo: 16/09682-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Metalurgia Física
Pesquisador responsável:Isolda Costa
Beneficiário:Lucas Felisberto dos Reis
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/13235-6 - Estudo da corrosão localizada e caracterização da resistência à corrosão associada à fadiga na região de solda em ligas de alumínio de elevada resistência soldadas por fricção (FSW), AP.TEM
Assunto(s):Técnicas eletroquímicas   Microestruturas   Corrosão   Ligas de alumínio

Resumo

A técnica de soldagem Friction Stir Welding (FSW) foi descoberta na década de 90 na Inglaterra. Tem como vantagem a fusão dos materiais no estado sólido, evitando assim, microestruturas com baixa resistência mecânica. Devido a essa característica, passou a ser utilizada para soldagem de ligas de alumínio de difícil soldabilidade como as ligas da série 7000. Essa família de ligas de alumínio apresenta enormes vantagens para a área estrutural, sendo suas principais: a baixa densidade e alta resistência mecânica, as quais advêm da associação de Zinco e Magnésio ao Alumínio. Entretanto, esse tipo de liga tem restrição na área estrutural de grande porte, como em aeronaves, já que processos convencionais de solda fragilizam a junção, propiciando rompimentos. Assim, a soldagem por FSW proporciona uma solução para essa restrição do emprego das ligas de alumínio, sendo necessário um estudo aprofundado do comportamento microestrutural para averiguar a possibilidade de corrosão localizada do material e consequente rompimento. Desta maneira, este trabalho consistirá na caracterização da microestrutura da matriz da liga AA7050 e da região do núcleo da solda (cordão de solda) por técnicas metalográficas e microscópicas, e também da resistência à corrosão localizada destas duas zonas da liga e do estabelecimento da correlação entre a corrosão e a microestrutura das regiões estudadas.