Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese e avaliação biológica de inibidores da enzima demetilase específica de lisina-1 (LSD-1)

Processo: 16/13154-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Flavio da Silva Emery
Beneficiário:Fernanda Mika Nomizo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/08216-2 - CPDI - Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias, AP.CEPID
Assunto(s):Epigênese genética   Neoplasias   Química médica

Resumo

O câncer é uma doença que tem afetado milhares de pessoas ao longo dos anos. Estudos epigenéticos mostram que a superexpressão da enzima demetilase lisina específica 1 (LSD-1) está envolvida no desenvolvimento de alguns tipos de câncer, como o de próstata e o de bexiga. A inibição da LSD-1 se tornou um alvo para o tratamento epigenético desses tipos de câncer. O primeiro inibidor dessa enzima foi a tranilcipromina, que originalmente era utilizado como um inibidor da enzima monoamina oxidase (MAO). A partir deste protótipo, uma série de inibidores análogos da tranilcipromina foram criados, bem como outras classes de compostos baseados em peptídeos e também em poliaminas, e são descritas como eficazes na inibição de LSD-1. Com o objetivo de desenvolver um inibidor seletivo e potente, nosso grupo de pesquisa utilizou técnicas de triagem virtual baseadas na estrutura da LSD-1 para a obtenção de compostos com potencial ação inibitória. Um dos compostos obtidos foi escolhido como hit para o desenvolvimento da presente proposta. A proposta tem como objetivo a síntese do composto hit, de uma biblioteca de análogos do mesmo, o estudo da metodologia necessária para realização dessas sínteses e por fim, a avaliação biológica da ação inibitória do composto hit e de seus análogos sobre a LSD-1.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.