Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliando o papel dependente da localização em microdomínios de GPCRs e efetores sobre a transdução de sinal usando biossensores baseados em transferência de energia de ressonância de bioluminescência (BRET)

Processo: 16/15914-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 27 de outubro de 2016
Vigência (Término): 26 de outubro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Claudio Miguel da Costa Neto
Beneficiário:Diego Ângelo Duarte
Supervisor no Exterior: Michel Bouvier
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université de Montréal, Canadá  
Vinculado à bolsa:14/09893-0 - Desenho e síntese de novos ligantes para o receptor AT1 de Angiotensina II: caracterização bioquímica e farmacológica em busca de agonistas tendenciosos (biased agonists), BP.DR
Assunto(s):Receptores acoplados a proteínas-G

Resumo

Receptores acoplados à proteína G (GPCRs) são proteínas integrais de membrana caracterizados por uma topologia de sete ±-hélices transmembranares que medeiam um grande número de processos fisiológicos após a ligação de uma vasta gama de ligantes. Tem sido demonstrado que, durante a transdução do sinal, alterações dinâmicas podem ocorrer na localização do receptor e de efetores em microdomínios da membrana plasmática e organelas intracelulares tais como endossomos. Entre estes microdomínios, caveolae e jangadas lipídicas não caveolares estão entre os mais descritos, apesar de algumas controvérsias na literatura. Tais domínios membranares são enriquecidos em colesterol e esfingolípidos e parecem contribuir para a transdução de sinal. No entanto, uma clara compreensão dos mecanismos que regulam a localização do receptor, e de como jangadas lipídicas atuam como plataformas dinâmicas para GPCRs têm permanecido incerto devido principalmente à falta de tecnologias adequadas.Portanto, o objetivo deste projeto é desenvolver e caracterizar novos biossensores de transferência de energia de ressonância de bioluminescência (BRET) destinados a diferentes microdomínios, a fim de estudar o papel das jangadas lipídicas na dinâmica de GPCR e na regulação da transdução de sinal. Nós também iremos investigar o papel da endocitose dependente de caveolae no fenômeno da taquifilaxia do receptor AT1 utilizando biossensores de caveolae/jangadas lipídicas após ativação por análogos de AngII não taquifiláticos recentemente sintetizados pelo nosso grupo no Brasil (laboratório do Prof. Claudio Costa Neto). Acreditamos que o estudo das alterações dinâmicas na localização do receptor em microdomínios de membrana é crucial para compreender os mecanismos moleculares envolvidos na transdução de sinal e na endocitose do receptor, tendo contribuição significativa para as respostas celulares finais e, por conseguinte, relevância para a descoberta de medicamentos.