Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação clínica e molecular de cães procedentes de área endêmica para leishmaniose visceral

Processo: 16/03774-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Trícia Maria Ferreira de Sousa Oliveira
Beneficiário:Jessica Anzolin Isaac
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças parasitárias   Doenças endêmicas   Leishmania   Leishmaniose visceral   Reação em cadeia por polimerase (PCR)   Cães   Avaliação clínica

Resumo

As leishmanioses são enfermidades causadas por protozoários flagelados pertencentes à família Trypanosomatidae, gênero Leishmania e transmitidas através da picada de fêmeas de mosquitos da família Plebotomidae. As leishmanioses apresentam um amplo espectro de manifestações clínicas: visceral, cutânea e mucocutânea. Na área urbana, os cães são considerados os principais reservatórios para a leishmaniose visceral (LV). A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera a LV como a segunda protozoose mais importante estando associada à mal nutrição, deslocamento da população, condições precárias de habitação, fraco sistema imunológico e falta de recursos. O diagnóstico desta doença deve ser realizado com base na sintomatologia clínica, nas características epidemiológicas da região e nos exames laboratoriais, contribuindo para o destino correto dos animais verdadeiramente positivos. O uso da Nested-PCR como diagnóstico permite a identificação de maneira mais sensível e específica das sequências do parasita. O uso do ITS-1 para o gênero Leishmania, fornece um número adequado de polimorfismos para a distinção a nível de espécie e também alterações intraespecíficas entre espécies da mesma região. O objetivo geral deste estudo é utilizar a técnica de Nested-PCR para o diagnóstico da LV canina através do uso do ITS-1. Os objetivos específicos incluem a avaliação da presença de DNA de Leishmania em amostras de sangue e suabe conjuntival de ao menos 100 cães de área endêmica para LV, o sequenciamento das amostras positivas e a avaliação clínica dos animais, classificando-os em quatro tipos de estágio clínico. Os resultados da Nested-PCR e do sequenciamento serão comparados com os sinais clínicos apresentados pelos animais.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERNANDES, MURILO ANTONIO; FRANCO LEONEL, JOAO AUGUSTO; ISAAC, JESSICA ANZOLIN; BENASSI, JULIA CRISTINA; SILVA, DIOGO TIAGO; PEREIRA SPADA, JULIO CESAR; BALBINI PEREIRA, NUNO WOLFGANG; FERREIRA, HELENA LAGE; KEID, LARA BORGES; SOARES, RODRIGO MARTINS; FERREIRA DE SOUSA OLIVEIRA, TRICIA MARIA. Molecular detection of Leishmania infantum DNA according to clinical stages of leishmaniasis in dog. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, v. 28, n. 2, p. 194-202, APR-JUN 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.