Busca avançada
Ano de início
Entree

O sujeito em sentenças impessoais nulas

Processo: 16/02239-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Jairo Morais Nunes
Beneficiário:Janayna Maria da Rocha Carvalho
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Sintaxe   Português do Brasil

Resumo

Este projeto tem o objetivo de estudar construções impessoais sem uma morfologia específica como Nessa loja vende carro bom. Essas construções são normalmente chamadas de null impersonals (impessoais nulas) na literatura e são apresentadas como características de pelo menos um tipo de língua, línguas parcialmente pro-drop, grupo no qual o português brasileiro (PB) se enquadra. Excetuando-se Holmberg e Phimsawat (2015), que estudam as propriedades dessas construções em línguas radicalmente pro-drop, contrastando-as com as do finlandês, as análises até agora desenvolvidas têm sido unificadoras. Mais particularmente, assume-se que essas construções existem ou por falta de um traço D em T em línguas parcialmente pro-drop (HOLMBERG, 2005; 2010) ou porque pro tem referência genérica quando fica dentro de vP nesse tipo de língua (BARBOSA, 2011; 2013). O presente projeto visa contribuir com o debate sobre a natureza dessas construções, estudando em detalhes propriedades das impessoais nulas em PB. Em relação a testes que diagnosticam a presença de um argumento implícito, há diferenças significativas entre os dados do finlandês e do PB de um modo geral. Além disso, com base no comportamento dos dados, três classes de impessoais nulas são apresentadas. Essa situação não havia sido documentada até agora na literatura nem em relação às impessoais nulas do BP nem em relação a outras línguas parcialmente pro-drop. Com base no estudo desses grupos, este projeto almeja determinar como a referência a um participante arbitrário é obtida nessas sentenças, contribuindo, assim, para a discussão do estatuto dos sujeitos nulos no PB.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
JANAYNA CARVALHO. A relação entre a presença do núcleo Voice e o clítico SE no português brasileiro. DELTA: Documentação de Estudos em Lingüística Teórica e Aplicada, v. 34, n. 2, p. -, Jun. 2018.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.