Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo químico do fungo simbionte Leucoagaricus gongylophorus em co-cultivo com outros fungos envolvidos no ninho de formigas cortadeiras

Processo: 16/12304-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:João Batista Fernandes
Beneficiário:Alana Kelyene Pereira
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/25299-6 - Estudos integrados para o controle de formigas cortadeiras, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):18/21936-8 - Caracterização da função ecológica da levedura negra Phialophora fastigiata associada com as formigas cortadeiras, BE.EP.DD
Assunto(s):Química de produtos naturais   Formigas cortadeiras   Fungos   Leucoagaricus gongylophorus   Simbiose   Manejo integrado   Controle de insetos

Resumo

O Brasil apresenta, atualmente, grandes relações econômicas e de desenvolvimento relacionados à Agricultura. Com condições propícias, diversidade climática, natural e geográfica, apresenta cerca de 388 milhões de terras agricultáveis férteis e de alta produtividade (BRASIL, 2009). Com todos esses fatores em favor, acrescentados aos expressivos ganhos de produtividade, observados nos últimos anos, o Brasil ocupa hoje, um lugar de destaque no abastecimento mundial de produtos agropecuários. Uma vez que apresenta vasta biodiversidade, essa ampla diversificação também se relaciona aos insetos pragas, fungos e plantas invasoras que podem atrapalhar o desenvolvimento da Agricultura. Inúmeros pesticidas e herbicidas vem sendo utilizados nas plantações, mas a preocupação ambiental deve ser a preocupação primordial. Por isso, a utilização de novas técnicas de controle químico vem sendo estudadas e utilizadas na Agricultura mundial. Esse controle é feito através do uso de agroquímicos, um grupo de substâncias que podem atuar no controle de insetos (inseticidas), de fungos (fungicida) e de plantas daninhas (herbicidas). Agroquímicos são compostos que destroem seletivamente ou detêm o crescimento de insetos e plantas daninhas, mas com sua aplicação frequente, os organismos podem desenvolver certa resistência, contribuindo para a contaminação ambiental e à saúde humana. Diante disso, vê-se a necessidade de estratégias alternativas e eficazes para a redução e uso racional de defensivos agrícolas. Um exemplo é a utilização de micro-organismos como os fungos sapróbios, que produzem metabólitos que podem ser usados com agroquímicos ou inibir sua função frente ao inseto invasor. Portanto, o presente projeto pretende mostrar que conhecimentos da Química de produtos naturais aliada ao manejo integrado de pragas e controle biorracional de insetos pragas, podem possibilitar o desenvolvimento de métodos eficazes de controle de formigas cortadeiras a partir do co-cultivo de fungos simbiontes e, ainda, fornecer uma alternativa inovadora para aplicação dos mesmos através da metodologia de nanoencapsulamento. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.