Busca avançada
Ano de início
Entree

Simulações ambientais e caracterização espectroscópica in situ de potenciais bioassinaturas moleculares para aplicação em missões espaciais

Processo: 16/15054-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Douglas Galante
Beneficiário:Maria Fernanda Cerini
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Radiação síncrotron   Exobiologia   Exploração espacial

Resumo

O presente projeto tem como objetivo a investigação em laboratório da fotoestabilidade e resiliência de biomoléculas em ambientes extraterrestres simulados, usando métodos espectroscópicos. Os resultados serão utilizados para melhor definir as condições de detectabilidade de bioassinaturas espectroscópicas, com aplicações para o desenvolvimento de experimentos de astrobiologia em missões espaciais de pequeno porte e baixo custo. Tais missões estão em andamento pelo grupo de pesquisa no qual o projeto está inserido, que incluem balões estratosféricos e CubeSats. Biomoléculas de importância astrobiológica serão selecionadas entre diversas classes - como aminoácidos, pigmentos biológicos, bases nucleotídicas, porfirinas, PAH's e outras - e serão submetidas a diferentes ambientes simulados - especialmente a superfície de Marte e o ambiente espacial. Os experimentos serão realizados nas instalações do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), em especial na linha de luz TGM (Toroidal Grating Monochromator). Essa estação experimental trabalha na região de raios X mole e ultravioleta de vácuo (3 a 330 eV), e será utilizada para simular as condições do ambiente espacial, medindo mudanças físicas e químicas nas biomoléculas expostas por reflectância no UV-Vis in-situ e em função do tempo. Será também utilizada a Câmara de Simulação Espacial e Planetária (AstroCam) do Núcleo de Pesquisa em Astrobiologia da USP (NAP/Astrobio), com a qual outros parâmetros ambientais também poderão ser controlados, como radiação, pressão, composição gasosa e temperatura. As mudanças nas biomoléculas são medidas in-situ por análises espectroscópicas e outros métodos convencionais de laboratório.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PULSCHEN, ANDRE ARASHIRO; DE ARAUJO, GABRIEL GUARANY; SOUZA RAMOSDE CARVALHO, ANA CAROLINA; CERINI, MARIA FERNANDA; FONSECA, LUCAS DE MENDONCA; GALANTE, DOUGLAS; RODRIGUES, FABIO. Survival of Extremophilic Yeasts in the Stratospheric Environment during Balloon Flights and in Laboratory Simulations. Applied and Environmental Microbiology, v. 84, n. 23 DEC 2018. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.