Busca avançada
Ano de início
Entree

"avaliação do potencial imunoprotetor de epítopos de células TCD4+ identificados em proteínas de Leptospira interrogans"

Processo: 16/11541-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ana Lucia Tabet Oller Do Nascimento
Beneficiário:Aline Rodrigues Florêncio Teixeira
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50981-0 - Busca de proteínas de superfície nas sequências do genoma da Leptospira interrogans: caracterização funcional e imunológica para o entendimento de mecanismos envolvidos na patogênese de bactéria, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):19/05466-4 - Identificação de antígenos de leptospiras reconhecidos por células t gama/delta como alvo para o desenvolvimento de vacinas de nova geração, BE.EP.PD
Assunto(s):Vacinas   Linfócitos T CD4-positivos   Epitopos   Resposta imune

Resumo

A leptospirose é uma doença sistêmica, causada por bactérias do gênero Leptospira. Essa doença, considerada uma importante zoonose mundial, representa um enorme problema de saúde pública. Acredita-se que mais de um milhão de novas infecções por ano possam acontecer. No Brasil, surtos ocorrem principalmente durante os períodos chuvosos em áreas metropolitanas que apresentam infraestrutura inadequada, o que favorece a proliferação de roedores que são os principais reservatórios da doença. As medidas sugeridas para a prevenção da leptospirose envolvem o combate de roedores, melhorias nas condições higiênico-sanitárias e vacinação. Entre todas as medidas citadas, o processo de vacinação se destaca como a estratégia mais viável a ser utilizada. Contudo, vacinas contra leptospirose ainda não estão disponíveis para uso em humanos. Apenas Cuba, Japão, China e França possuem vacinas licenciadas para humanos, porém essas preparações vacinais são baseadas em leptospiras inativadas e apresentam uma série de efeitos colaterais, além de serem sorovar específica e promover imunidade de curta duração. Assim, o desenvolvimento de novas estratégias vacinais para prevenir e controlar a disseminação da doença é necessário. Nesse sentido, avanços têm sido obtidos graças à tecnologia do DNA recombinante e sequenciamento do genoma de espécies patogênicas de Leptospira, que contribuíram significativamente para a identificação de candidatos vacinais a partir da vacinologia reversa. Apesar disso, o uso de proteínas recombinantes como antigeno vacinal até o momento não tem demonstrado resultados promissores. O desenvolvimento de vacinas de peptídeos baseadas em epítopos protetores surge como uma alternativa interessante para contornar esse problema, visto que estes epítopos correspondem a uma pequena porção imunogênica do antígeno e por isso, são capazes de desenvolver uma resposta imune bastante específica. Assim, baseado na problemática atual que as vacinas para leptospirose apresentam o presente projeto propõe a identificação, caracterização e avaliação do potencial vacinal de epítopos imunodominantes de células T CD4+ derivado das proteínas Lsa46 e Lsa77. Como à ativação de células T CD4+ é essencial para o desenvolvimento de uma resposta imune adaptativa, a identificação e caracterização desses epítopos trarão grandes contribuições para o entendimento de como as respostas de células T CD4+ estão envolvidas na proteção da leptospirose, e assim, deverá contribuir para o desenvolvimento de vacinas contra essa doença.

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TEIXEIRA, ALINE F.; FERNANDES, V, LUIS G.; CAVENAGUE, MARIA F.; TAKAHASHI, MARIA B.; SANTOS, JADEMILSON C.; PASSALIA, FELIPE J.; DAROZ, BRENDA B.; KOCHI, LEANDRO T.; VIEIRA, MONICA L.; NASCIMENTO, ANA L. T. O. Adjuvanted leptospiral vaccines: Challenges and future development of new leptospirosis vaccines. Vaccine, v. 37, n. 30, p. 3961-3973, JUL 9 2019. Citações Web of Science: 1.
CAVENAGUE, MARIA F.; TEIXEIRA, ALINE F.; FILHO, ANTONIO S.; SOUZA, GISELE O.; VASCONCELLOS, SILVIO A.; HEINEMANN, MARCOS B.; NASCIMENTO, ANA L. T. O. Characterization of a novel protein of Leptospira interrogans exhibiting plasminogen, vitronectin and complement binding properties. INTERNATIONAL JOURNAL OF MEDICAL MICROBIOLOGY, v. 309, n. 2, p. 116-129, MAR 2019. Citações Web of Science: 2.
NASCIMENTO FILHO, EDSON G.; VIEIRA, MONICA L.; TEIXEIR, ALINE F.; SANTOS, JADEMILSON C.; FERNANDES, LUIS G. V.; PASSALIA, FELIPE J.; DAROZ, BRENDA B.; ROSSINI, AMANDA; KOCHI, LEANDRO T.; CAVENAGUE, MARIA F.; PIMENTA, DANIEL C.; NASCIMENTO, ANA L. T. O. Proteomics as a tool to understand Leptospira physiology and virulence: Recent advances, challenges and clinical implications. JOURNAL OF PROTEOMICS, v. 180, n. SI, p. 80-87, MAY 30 2018. Citações Web of Science: 1.
TEIXEIRA, ALINE F.; FERNANDES, LUIS G. V.; SOUZA FILHO, ANTONIO; SOUZA, GISELE O.; VASCONCELLOS, SILVIO A.; HEINEMANN, MARCOS B.; NASCIMENTO, ANA L. T. O. Evaluation of Lsa46 and Lsa77 Leptospiral Proteins for Their Immunoprotective Activities in Hamster Model of Leptospirosis. BIOMED RESEARCH INTERNATIONAL, 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.