Busca avançada
Ano de início
Entree

Base molecular do controle do desenvolvimento mediado por Ilp8 em Hermetia illucens e Drosophila melanogaster

Processo: 16/10342-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Tatiana Teixeira Torres
Beneficiário:Raquel Dietsche Monfardini
Supervisor no Exterior: Alisson Marques de Miranda Cabral Gontijo
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade Nova de Lisboa, Portugal  
Vinculado à bolsa:15/20183-8 - Evolução das vias de controle do desenvolvimento tecidual em Diptera, BP.MS
Assunto(s):Evolução molecular

Resumo

O desenvolvimento tecidual dos organismos deve ser extremamente refinado e controlado, garantindo que o indivíduo adulto mantenha as proporções características da espécie. Na ordem Diptera, um dos mecanismos que regula o desenvolvimento larval é o atraso na metamorfose frente dano tecidual. Estudos utilizando Drosophila melanogaster demonstraram que a proteína Ilp8 está envolvida nesse controle, uma vez que, em que altas concentrações, retarda a formação da pupa, garantindo tempo suficiente para que o tecido danificado ou com crescimento descoordenado se regularize. Apesar de sua importância, pouco se sabe sobre a evolução do gene Ilp8 e seu envolvimento no atraso da metamorfose entre os dípteros. Análises preliminares utilizando sequências de diferentes espécies apontam o Ilp8 como uma inovação do grupo Brachycera, porém sua relação com o atraso na metamorfose só foi confirmada em D. melanogaster. Para compreendermos como esse mecanismo regulatório evoluiu, é necessário determinar a partir de qual grupo filogenético a alta expressão do Ilp8 passou a estar associada ao atraso na metamorfose. Nesse sentido, os estudos funcionais dos ortólogos ao llp8 encontrados são essenciais para a compreensão desse mecanismo. Tendo a sequência de diferentes espécies, é possível super expressar esse gene em larvas e avaliar a ocorrência do atraso na metamorfose. Dessa forma, é possível elucidar quando o gene Ilp8 teve sua função associada ao desenvolvimento.