Busca avançada
Ano de início
Entree

PELO SUCESSO DAS MISSÕES DEL-REI DE PORTUGAL: política missionária e a defesa do padroado régio português, 1640-1715.

Processo: 16/14663-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 04 de dezembro de 2016
Vigência (Término): 08 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Moderna e Contemporânea
Pesquisador responsável:Pedro Luis Puntoni
Beneficiário:Ágatha Francesconi Gatti
Supervisor no Exterior: Tiago Costa Pinto dos Reis Miranda
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade de Évora, Portugal  
Vinculado à bolsa:14/05248-3 - Pelo sucesso das missões Del-Rei de Portugal: política missionária e a defesa do padroado régio português, 1640-1715, BP.DR
Assunto(s):Império Português   Século XVII

Resumo

O presente projeto vincula-se à pesquisa de doutorado em andamento (projeto Fapesp 2014/05248-3) e busca obter financiamento, na modalidade de uma Bolsa de Estágio de Pesquisa no Exterior (BEPE), para a realização de um estágio de investigação no exterior em arquivos portugueses e em dois arquivos romanos, viagem esta que foi prevista no cronograma de trabalho apresentado no projeto inicial da "bolsa no país". A pesquisa de doutorado em andamento tem como problemática central compreender a política missionária de Portugal entre 1640 e 1715, apreendendo-a a partir de uma dimensão mais global, que busca evidenciar os movimentos e diretrizes que marcaram a expansão da religião e o esforço missionário nesse período. Nessa perspectiva, dois campos principais de reflexão - intimamente vinculados entre si - têm se mantido como prioritários na investigação conduzida: o estudo das Juntas de Missões, instituições criadas com o propósito de dotar a Coroa portuguesa de instrumentos mais eficientes na condução da atividade missionária (foi criada uma Junta das Missões no reino em 1655 e juntas ultramarinas em 1681); e a compreensão dos impactos e dos conflitos advindos do gradual fortalecimento de uma Igreja missionária romana, que progressivamente se estrutura com a criação da Sagrada Congregação de Propagação da Fé em 1622. A realização do estágio de investigação nos arquivos elencados neste projeto de pesquisa possibilitará a ampla compreensão e reconstituição das reais dificuldades enfrentadas por Portugal no diálogo travado com a Santa Sé, especialmente no que se refere ao seu enérgico esforço de defesa das prerrogativas espirituais asseguradas pelo direito de Padroado régio. Ademais, permitirá o aprofundamento das reflexões voltadas para a compreensão das particularidades da política missionária portuguesa no período proposto, com especial ênfase nas estratégias e vias de condução desenhadas por Portugal visando manter o controle do empreendimento missionário em suas possessões ultramarinas. Neste campo, a compreensão do funcionamento, competências e alcance das Juntas de Missões ganha especial importância.