Busca avançada
Ano de início
Entree

Estabelecimento de uma linhagem celular repórter estável infectada pelo HTLV-1 para ensaios de triagem de compostos antivirais

Processo: 16/17301-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 08 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 07 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Simone Kashima Haddad
Beneficiário:Daiane Fernanda dos Santos
Supervisor no Exterior: Willems
Instituição-sede: Hemocentro de Ribeirão Preto. Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP (HCMRP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université de Liège (ULg), Bélgica  
Vinculado à bolsa:15/11566-0 - Triagem em larga escala para a identificação de novos compostos no tratamento da infecção pelo HTLV-1 e doenças associadas, BP.DR
Assunto(s):Biotecnologia   Antivirais   Vírus linfotrópico T tipo 1 humano

Resumo

O vírus linfotrópico de células T humanas (HTLV-1) foi o primeiro retrovírus humano a ser descoberto. Estima-se que haja de 10 a 20 milhões de indivíduos infectados pelo HTLV-1 no mundo, sendo que no Brasil há cerca de 2,5 milhões de portadores. As principais doenças associadas são a mielopatia associada ao HTLV-1/paraparesia espástica tropical (HAM/TSP) e a leucemia/linfoma de células T do adulto (ATL). Atualmente, não há cura e nem vacina profilática para esta infecção. Além disso, as abordagens terapêuticas disponíveis para o tratamento da HAM/TSP apresentam uma eficácia variável. Nesse sentido, a identificação de novos compostos com atividade antiviral, principalmente por meio de ensaios de high content screening (HCS), é necessária. Alguns estudos envolvendo a triagem de candidatos a drogas antivirais têm adotado a construção de linhagem celular repórter baseada na expressão do gene da proteína fluorescente verde (GFP) sob o controle do promotor viral, uma vez que tal ferramenta é rápida, fácil e de baixo custo. Portanto, o objetivo deste projeto é construir uma linhagem celular repórter contendo o genoma viral completo e o gene GFP sob o controle da região promotora long terminal repeat (LTR) (Jurkat-HTLV-1-LTR-GFP) para utilização nos ensaios de triagem de compostos antivirais. A construção desta linhagem repórter consistirá numa potente estratégia para a identificação de novos compostos antivirais com atividade inibidora sobre a expressão dos genes do HTLV-1.