Busca avançada
Ano de início
Entree

Mira, mira: diferencialidades e parentesco de migrantes brasileiros(as) e venezuelanos(as), os casos de Boa Vista e Santa Elena de Uairén

Processo: 16/14055-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Urbana
Pesquisador responsável:Igor José de Renó Machado
Beneficiário:Iana dos Santos Vasconcelos
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Parentesco   Migrantes   Migração humana   Venezuela   Brasil   Fronteiras

Resumo

Boa Vista (Brasil) e Santa Elena de Uairén (Venezuela) são pontos de encontro de diversos grupos que se deslocam nos espaços da fronteira entre os dois países. A fronteira é espaço transnacional mediado por articulações político-administrativas, econômicas, sociais e culturais, ao mesmo tempo em que possibilita a reconfiguração espacial e simbólica dos migrantes, sobretudo no tocante às relações de parentesco. Entre idas e vindas aos países de origem, e nas relações com brasileiros(as) e venezuelanos(as), as famílias transnacionais venezuelanas e brasileiras vivenciam no cotidiano da capital roraimense e na cidade fronteiriça de Santa Elena do Uairén um "campo de possibilidades" que produzem diferenciações locais (como a categoria Mira). Neste sentido, o presente projeto de pesquisa tem como objetivo analisar a produção de diferença de migrantes venezuelanos(as) no ambiente de Boa Vista e de brasileiros(as) em Santa Elena de Uairén, levando em consideração as continuidades e transformações nas relações de parentesco em contexto de mobilidade. A pesquisa será norteada, primeiramente, pela problematização das concepções de parentesco desses migrantes e, posteriormente, acompanhando suas experiências de relações familiares nas referidas cidades. (AU)