Busca avançada
Ano de início
Entree

Diagnóstico molecular de Leishmania spp. em animais silvestres dos municípios de Botucatu e Palmital, SP

Processo: 16/14610-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Vigência (Término): 30 de setembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Felipe Fornazari
Beneficiário:Miriã Ribeiro Costa
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Zoonoses   Leishmaniose   Animais silvestres   Reação em cadeia por polimerase (PCR)   Técnicas de diagnóstico molecular   Analisador de DNA   Botucatu (SP)

Resumo

As leishmanioses são enfermidades de grande relevância em saúde pública causadas por protozoários do gênero Leishmania. Sua epidemiologia é complexa e várias espécies de mamíferos podem atuar como reservatórios deste parasita. O presente trabalho tem como objetivo a detecção de Leishmania spp. em amostras de sangue de diversas espécies de mamíferos silvestres pela técnica da Reação em Cadeia pela Polimerase (PCR). Serão estudados 403 animais procedentes de vida livre dos municípios de Botucatu (SP) e Palmital (SP), distribuídos em 18 espécies, cujas respectivas amostras de sangue foram coletadas durante a realização de outros projetos científicos, e atualmente se encontram armazenadas em freezer a -80°C. Conforme constatado recentemente pelo nosso grupo de pesquisa, em ambos os municípios os animais silvestres que serão estudados apresentam evidências sorológicas da infecção por Leishmania spp.. Portanto, o presente trabalho pretende dar continuidade a esta investigação utilizando métodos diretos de diagnóstico. Será empregada a técnica de PCR para a detecção de DNA específico para o gênero Leishmania, e os produtos obtidos serão sequenciados para confirmar a identidade do agente. Os resultados serão tabulados em planilha Excel e será realizada a estatística descritiva dos dados com a adição dos intervalos de confiança 95%. Os cálculos serão realizados para o total de animais amostrados e para total de indivíduos de cada espécie.