Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação e validação das interações miRNA-mRNA durante a fase de desenvolvimento pré-imaginal de Apis mellifera

Processo: 16/13854-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Vigência (Término): 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Zilá Luz Paulino Simões
Beneficiário:Thiago da Silva Depintor
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Interação gene-ambiente   Expressão gênica   Apis mellifica   MicroRNAs   Desenvolvimento animal

Resumo

O desenvolvimento de um organismo é coordenado por complexas redes de interações gênicas, estas construídas em resposta a diferentes classes de moléculas reguladoras. Nos insetos, o desenvolvimento é regido pelo hormônio juvenil (HJ) e os ecdisteróides (20E). Estes são os principais hormônios morfogenéticos diretamente relacionados às mudas nas fases larvais e à metamorfose. Durante a fase larval, o HJ se mantém em altos títulos e tem ação juvenilizante. Quando a larva atinge a idade e tamanho específicos, os títulos deste hormônio caem mediante ao aumento significativo dos níveis dos ecdisteróides, que em cada muda larval apresentou títulos periódicos. No entanto, pouco se sabe a respeito da ação destes hormônios sobre essas cascatas gênicas em momentos específicos do desenvolvimento, metamorfose e emergência do adulto. Neste trabalho, pretendemos investigar a relação entre os genes candidatos: ultraspiracle (Usp), fushi tarazu transcription factor 1 (ftz-f1), ecdysone receptor (EcR), calponin (chd64), insulin- receptor 2 (inr2) Krüppel homolog 1 (Kr-h1), germ-cell expressed (gce), early trypsin (et), e os seus miRNAs reguladores, miR-34, miR-281, miR-252a e miR252b, usando protocolos de última geração, tais como análises in silico para anotação gênicas e predições de alvos e ulterior construção das redes de interação; além disto serão usados ensaios com genes repórteres para validação das predições e da expressão diferencial de genes. Em particular, focalizaremos a fase pré-imaginal de fêmeas da espécie Apis mellifera, adicionando dois novos componentes (GCE e ET) à complexa rede de interações proposta pelo nosso laboratório, no desenvolvimento das abelhas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)