Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção do marcador de patogenicidade do h. pylori, gene saba, análise da expressão e caracterização dos polimorfismos -238 e -850 do gene do fator de necrose tumoral no processo inflamatório gástrico

Processo: 16/14449-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Vigência (Término): 30 de setembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Lucas Trevizani Rasmussen
Beneficiário:Jéssica Nunes Pereira
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade do Sagrado Coração (USC). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Helicobacter pylori   Biologia molecular

Resumo

O Fator de Necrose Tumoral é uma citocina pró-inflamatória, sintetizada principalmente por macrófagos e monócitos, sendo o principal estímulo para a sua produção, os lipopolissacarídeos que compõem a membrana das bactérias Gram-negativas. O Helicobacter pylori, uma bactéria gram-negativa que coloniza a mucosa do estômago e que é responsável por várias doenças gastroduodenais, como: gastrites, úlceras e neoplasias gástricas, parece induzir a produção de TNF- ±, que atua como um poderoso inibidor da secreção gástrica, contribuindo para o desenvolvimento das doenças pépticas, além de ser o mais poderoso mediador da resposta inflamatória contra bactérias gram-negativas. Em vista do envolvimento do TNF-± e a presença do H. pylori no desenvolvimento das doenças gástricas, o presente projeto tem como objetivo caracterizar os polimorfismos da região promotora -850 (rs1799724) e -238 (rs361525) do TNF-± por PCR-RFLP, detectar o marcador de patogenicidade do H. pylori, gene sabA e analisar a expressão gênica, por PCR em tempo Real, do gene do TNF-± em 150 amostras de biópsias gástricas de pacientes com sintomas pépticos e câncer gástrico, com o intuito de associar os genótipos encontrados à expressão do TNF-± e correlacioná-los a presença do H. pylori e seus principais marcadores de patogenicidade. O desenvolvimento desta abordagem poderá abrir novas perspectivas para a caracterização de fatores envolvidos nas doenças pépticas e regulação gênica, visando um melhor entendimento dos mecanismos fisiopatológicos destas doenças.