Busca avançada
Ano de início
Entree

EN VI: algumas questões acerca dos papéis da virtude do caráter e da phrónesis

Processo: 16/17842-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 31 de outubro de 2016
Vigência (Término): 27 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Lucas Angioni
Beneficiário:Angelo Antonio Pires de Oliveira
Supervisor no Exterior: Christof Rapp
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Ludwig Maximilian University of Munich (LMU Munich), Alemanha  
Vinculado à bolsa:14/24280-5 - Virtude do caráter e prudência na Ethica Nicomachea, BP.MS
Assunto(s):Aristóteles

Resumo

O objetivo deste projeto é escrutinar alguns problemas postos por Ethica Nicomachea VI (EN) para nosso projeto de mestrado. O fio condutor da nossa pesquisa tem sido a análise dos conceitos de virtude do caráter e phronesis apresentados por Aristóteles na EN, a fim de compreender a função desempenhada por cada um deles na ação moral, mais especificamente, na delimitação de "meios" e fins. Até o momento, tivemos de investigação os argumentos oferecidos por Aristóteles sobre essa questão nos três primeiros livros da EN; um exame completo dos dois conceitos, no entanto, deve, inevitavelmente, incluir os argumentos apresentados por Aristóteles em EN VI, onde o conceito de phronesis e suas relações com a virtude do caráter são tratados ex professo. Em virtude disso, investigaremos quais os papéis que Aristóteles atribui à phronesis ao longo de EN VI e se, entre eles, está a tarefa de selecionar fins morais, bem como exploraremos como deve ser entendida a sua articulação com a virtude do caráter na delimitação das ações morais. (AU)