Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos mecanismos celulares e moleculares do creme à base de lupeol sobre o processo de cicatrização de feridas cutâneas em modelos experimentais de ratos diabéticos e não diabéticos

Processo: 14/23247-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacognosia
Pesquisador responsável:Claudia Helena Pellizzon
Beneficiário:Fernando Pereira Beserra
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/06042-0 - Interação entre análogos da vitamina D e droga anticâncer (cediranibe) em linhagens celulares de melanoma maligno humano, BE.EP.DR
Assunto(s):Cicatrização   Produtos naturais   Lupeol   Diabetes mellitus

Resumo

A dificuldade de cicatrização de feridas é uma das principais complicações decorrentes do diabetes mellitus (DM), que torna o processo cicatricial mais lento e o tratamento mais dispendioso. Tal processo é dividido em três fases sobrepostas: fase inflamatória, cujos principais eventos são a hemostasia e a inflamação, fase proliferativa, na qual há a formação do tecido de granulação, e fase de remodelamento da matriz extracelular. Sabe-se que o elevado nível de estresse oxidativo e a persistência do processo inflamatório contribuem para o atraso da cicatrização de feridas cutâneas em pacientes diabéticos. O lupeol é um triterpeno encontrado em diversos vegetais como, figo, manga, cenoura, soja, semente de melão, uvas, própolis e possui diversas atividades biológicas já comprovadas. Sendo assim, o presente projeto tem por objetivo investigar o efeito e mecanismos envolvidos na ação cicatrizante do creme à base de lupeol em feridas cutâneas de ratos diabéticos (RD) e ratos não diabéticos (RND). Para isso, ratos Wistar machos (n=8) serão randomicamente divididos nos seguintes grupos experimentais: creme base (controle RND), colagenase (controle positivo RND), creme à base de lupeol 0,1%, 0,2% e 0,4% em RND, creme base (controle RD), creme à base de insulina (controle positivo RD) e creme à base de lupeol (menor dose efetiva em RND) em RD. A indução experimental de diabetes será por única aplicação intraperitoneal de estreptozotocina na dose de 55 mg/kg. Após comprovado o estado diabético dos animais, procederá a anestesia e, posteriormente, a confecção de feridas na região dorsal com o auxílio de um punch de 2 cm de diâmetro. As lesões serão tratadas e medidas com paquímetro digital uma vez por dia durante 3, 7 ou 14 dias (de acordo com as fases descritas na literatura). Após a eutanásia, a região da ferida será destinada a análises histológicas (contagem de células inflamatórias, escore inflamatório, deposição e morfologia das fibras colágenas), morfométricas (altura do epitélio de regeneração, espessura da epiderme e derme) e imunohistoquímicas (fatores de crescimento epidermal e vascular endotelial, proliferação celular e resposta inflamatória), determinação de colágeno, além de análises moleculares (qPCR e RT-PCR) para colágeno I e III e fatores de crescimento como TGF-²1 e EGF. Será determinada também a atividade antioxidante (glutationa reduzida, glutationas redutase e peroxidase, superóxido dismutase e mieloperoxidase), atividade anti-inflamatória por meio do método de zimografia em gel para determinação da atividade enzimática de metaloproteinases MMP-2 e MMP-9 e dosagem de citocinas em soro sanguíneo pelo método de Elisa (TNF-±, IL-1², IL-6 e IL-10). Este trabalho de investigação está ligado ao projeto de auxílio à pesquisa aprovado pela FAPESP "Processo cicatricial em pele sob tratamento com monoterpeno (Mentol) e triterpeno (Lupeol) em modelos experimentais" processo 2013/23340-1, do qual contribuiu bastante para a implantação desta linha de pesquisa no laboratório, assim como na formação de recursos humanos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BESERRA, FERNANDO PEREIRA; SERGIO GUSHIKEN, LUCAS FERNANDO; VIEIRA, ANA JULIA; BERGAMO, DANILO AUGUSTO; BERGAMO, PATRICIA LUISA; DE SOUZA, MARIANA OLIVEIRA; HUSSNI, CARLOS ALBERTO; TAKAHIRA, REGINA KIOMI; NOBREGA, RAFAEL HENRIQUE; MONTEIRO MARTINEZ, EMANUEL RICARDO; JACKSON, CHRISTOPHER JOHN; DE AZEVEDO MAIA, GABRIELA LEMOS; ROZZA, ARIANE LEITE; PELLIZZON, CLAUDIA HELENA. From Inflammation to Cutaneous Repair: Topical Application of Lupeol Improves Skin Wound Healing in Rats by Modulating the Cytokine Levels, NF-kappa B, Ki-67, Growth Factor Expression, and Distribution of Collagen Fibers. INTERNATIONAL JOURNAL OF MOLECULAR SCIENCES, v. 21, n. 14 JUL 2020. Citações Web of Science: 0.
BESERRA, FERNANDO PEREIRA; VIEIRA, ANA JULIA; SERGIO GUSHIKEN, LUCAS FERNANDO; DE SOUZA, EDUARDO OLIVEIRA; HUSSNI, MARIA FERNANDA; HUSSNI, CARLOS ALBERTO; NOBREGA, RAFAEL HENRIQUE; MONTEIRO MARTINEZ, EMANUEL RICARDO; JACKSON, CHRISTOPHER JOHN; DE AZEVEDO MAIA, GABRIELA LEMOS; ROZZA, ARIANE LEITE; PELLIZZON, CLAUDIA HELENA. Lupeol, a Dietary Triterpene, Enhances Wound Healing in Streptozotocin-Induced Hyperglycemic Rats with Modulatory Effects on Inflammation, Oxidative Stress, and Angiogenesis. OXIDATIVE MEDICINE AND CELLULAR LONGEVITY, 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.