Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de endocitose e exocitose de nanomateriais e de exossomos. aplicações em nanomedicina

Processo: 16/00971-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica
Pesquisador responsável:Valtencir Zucolotto
Beneficiário:Paula Maria Pincela Lins
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos, SP, Brasil
Assunto(s):Materiais nanoestruturados   Exossomos   Endocitose   Nanomedicina   Exocitose   Nanotoxicologia

Resumo

Apesar do rápido progresso e da aceitação da nanotecnologia para aplicação em diversas áreas da ciência, há grandes preocupações toxicológicas como a real interação entre os sistemas biológicos e os nanomateriais. Essas informações toxicológicas devem ser consideradas juntamente com os benefícios que essa ciência traz para a sociedade. A fim de promover o desenvolvimento seguro da nanotecnologia, principalmente à aplicada a medicina, é essencial avaliar as consequências adversas dos nanomateriais à saúde, o que requer uma investigação a nível molecular. Nesse sentido, sabe-se que a incorporação dos nanomateriais em células ocorre principalmente por meio de endocitose. Além disso, o efeito toxicológico não está apenas relacionado com a endocitose, a exocitose do nanomaterial pode colocar ao meio extracelular um componente mais tóxico do que o material inicial. Recentemente, esforços estão sendo feitos para a utilização de nanomateriais biocompatíveis, e para isso, a funcionalização com biomoléculas tem sido aplicada. No entanto, a síntese desses nanomateriais acaba se tornando muito complexa e assim os nanocarreadores têm sido a alternativa para o problema. Com o crescente estudo de nanocarreadores e consequentemente de sistemas vesiculares, os exossomos se tornaram destaque, uma vez que são as nanopartículas produzidas pelas células. Assim, essas vesículas têm sido estudadas para o encapsulamento de moléculas ativas. Com isso, estudos de uptake celular são importantes para entender se o sistema de fato é específico e se pode ser usado futuramente como uma vacina. Portanto, esse projeto tem como objetivo avaliar os mecanismos de endocitose e exocitose de nanomateriais e de exossomos, por meio de microscopia de transmissão e confocal. O maior desafio desse projeto de mestrado será analisar os processos a nível molecular com quatro diferentes tipos de linhagens celulares. Esses estudos poderão ajudar no entendimento sobre a toxicidade de nanomateriais na escala molecular e trazer importantes benefícios ao desenvolvimento da nanomedicina.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.