Busca avançada
Ano de início
Entree

Interação Soma-Linhagem germinativa na longevidade: o papel de argonautas no envelhecimento de c. elegans

Processo: 16/15958-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Marcelo Alves da Silva Mori
Beneficiário:Raíssa de Paula Moro
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Envelhecimento   Genética molecular   Expectativa de vida   MicroRNAs

Resumo

O envelhecimento é um importante fator de risco para várias doenças crônicas não-transmissíveis no ser humano, como cardiovasculopatias e câncer. Cada vez mais está se priorizando a busca por terapias capazes de, ao menos, retardar o aparecimento de tais enfermidades, o que vem se intensificando pelo aumento da incidência e proporção de idosos na população. Estudos do nosso grupo mostram que componentes da via de processamento de RNAs pequenos são mediadores evolutivamente conservados do envelhecimento (MORI et al., 2012). Esses efeitos parecem estar associados com a regulação da enzima DICER, que processa microRNAs (miRNAs) e small interference RNAs (siRNAs), além de clivar vários outros tipos de RNAs dupla fita. Mais recentemente, nossos dados preliminares evidenciaram uma regulação positiva e bastante robusta da expressão de ALG-1 - uma proteína Argonauta necessária especificamente para a síntese e função de miRNAs - durante intervenções que promovem a longevidade em Caenorhabditis elegans, como a ausência da linhagem germinativa. Tendo em vista que ALG-1 é uma endonuclease efetora central da via de miRNAs em C. elegans; e não participa da síntese de siRNAs ou outros RNAs pequenos, o presente trabalho propõe-se a analisar seu mecanismo de ativação e função na resposta ao estresse e no envelhecimento de nematoides longevos sem linhagem germinativa. Deste modo, esse estudo pode contribuir para um melhor entendimento da fisiopatologia do envelhecimento, elucidando um novo mecanismo de controle da longevidade mediado por miRNAs.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE-SOUZA, EVANDRO A.; CAMARA, HENRIQUE; SALGUEIRO, WILLIAN G.; MORO, RAISSA P.; KNITTEL, THIAGO L.; TONON, GUILHERME; PINTO, SILAS; PINCA, ANA PAULA F.; ANTEBI, ADAM; PASQUINELLI, AMY E.; MASSIRER, KATLIN B.; MORI, MARCELO A. RNA interference may result in unexpected phenotypes in Caenorhabditis elegans. Nucleic Acids Research, v. 47, n. 8, p. 3957-3969, MAY 7 2019. Citações Web of Science: 3.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MORO, Raíssa de Paula. . 2019. Dissertação de Mestrado.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.