Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da relação entre as expressões polarizadas de Coup-TFII e da via Wnt/²-catenina em corpos embrioides derivados de células-tronco embrionárias murinas

Processo: 16/13095-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Vigência (Término): 08 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Embriologia
Pesquisador responsável:Henrique Marques Barbosa de Souza
Beneficiário:Aline Mika Matsuguma
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/09602-0 - Caracterização da rede de regulação cardiogênica controlada por Coup-TFII a partir de células-tronco embrionárias, AP.JP
Assunto(s):Diferenciação celular   Células-tronco embrionárias   Corpos embrioides   Fator II de transcrição COUP

Resumo

A polarização do embrião tem um papel fundamental para a definição dos eixos embrionários pois gera uma sinalização diferenciada em regiões do embrião durante o seu desenvolvimento, permitindo que populações celulares sejam definidas. Diversas vias de sinalização atuam na definição desses eixos. Uma via amplamente estudada é a via Wnt/²-catenina de sinalização, que se mostrou essencial para a definição do eixo anteroposterior do embrião, o estado ativo dessa via define a região posterior e o estado inativo a região anterior do embrião. Essa polarização também foi observada em modelos de estu¬do de embrião, os corpos embrioides, que são agregados celulares provenientes de células-tronco embrionárias, capazes de reproduzir eventos do início do desenvolvimento embrionário e apresenta a formação de células dos três folhetos germinativos. Em outros estudos do nosso laboratório sugerimos a importância do gene COUP-TFII (Chicken Ovoalbumin Promoter-transcription Factor II) no processo de aquisição de destinos celulares e observamos uma expressão polarizada desse gene em corpos embrioides. Juntando a ideia da polarização da via Wnt/²-catenina e da polarização da expressão do gene COUP-TFII nos interessa saber se há alguma relação entre esses dois fatores. Neste estudo vamos gerar uma linhagem a partir de células-tronco embrionárias murínicas (E14TG2a) que expressem a proteína fluorescente GFP sob o controle da via Wnt, em seguida realizaremos as diferenciações com a formação de corpos embrioides a partir dessas células. Por fim a análise será feita através de imunohistoquímica para a visualização do padrão de expressão do gene COUP-TFII em conjunto com o padrão de expressão da via Wnt/²-catenina.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.