Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da fase o dia na vasodilatação pós-exercício realizado por massa muscular pequena

Processo: 16/19090-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2017
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Cláudia Lúcia de Moraes Forjaz
Beneficiário:Leandro Campos de Brito
Supervisor no Exterior: John Robert Halliwill
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Oregon (UO), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:14/21667-6 - Influência da fase do dia nas adaptações cardiovasculares e no sono promovidas pelo treinamento aeróbico em hipertensos, BP.DR
Assunto(s):Pressão sanguínea   Treinamento aeróbio

Resumo

O treinamento físico aeróbico é recomendado na redução da pressão arterial sistólica e diastólica. Uma única sessão de exercício aeróbico é capaz de reduzir os valores de pressão arterial durante o período de recuperação, fenômeno chamado de hipotensão pós-exercício. Esta resposta tem sido atribuída à diminuição da resistência vascular periférica devido à vasodilatação promovida durante o exercício e que permanece durante o período de recuperação. Os mecanismos que regulam a hipotensão pós-exercício podem ser influenciados por vários fatores, nós encontramos que a redução da pressão arterial após o exercício realizado ao final do dia, mas não pela manhã, foi acompanhada pela diminuição da resistência vascular periférica, sugerindo que o exercício nessa fase do dia poderia induzir maior vasodilatação local, o que ainda precisa ser investigado. Recentemente, o grupo do Dr. Halliwill desenvolveu um modelo de exercício dinâmico para massa muscular pequena que permite investigar a vasodilatação local. Desta maneira, empregando este tipo de modelo, seria possível investigarmos a hipótese descrita anteriormente. Assim, o objetivo deste estudo é comparar a vasodilatação local após exercício dinâmico unilateral realizado pela manhã e ao final do dia. Para tanto, 12 adultos saudáveis serão submetidos a duas sessões experimentais realizadas em ordem aleatória: uma sessão pela manhã (7:30-11hs) a uma ao final do dia (17-20:30hs). Em cada sessão, os sujeitos realizarão exercício dinâmico unilateral de extensão de joelho com a perna dominante (60% da potência pico - 45 extensões/min durante 60 minutos) enquanto a perna em repouso será utilizada como controle. Antes e a cada 15 min durante os 180 minutos após o exercício, a frequência cardíaca (eletrocardiograma), pressão arterial sistólica e diastólica (oscilométrico automático), fluxo sanguíneo da perna (Ultrassom com Doppler) serão avaliados. ANOVA de três fatores para medidas repetidas será empregada para a análise dos dados. Os dados serão apresentados como média±desvio padrão. Pd0,05 será aceito como significante.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BRITO, LEANDRO C.; ELY, MATTHEW R.; SIECK, DYLAN C.; MANGUM, JOSHUA E.; LARSON, EMILY A.; MINSON, CHRISTOPHER T.; FORJAZ, CLAUDIA L. M.; HALLIWILL, JOHN R. Effect of Time of Day on Sustained Postexercise Vasodilation Following Small Muscle-Mass Exercise in Humans. FRONTIERS IN PHYSIOLOGY, v. 10, JUN 25 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.