Busca avançada
Ano de início
Entree

Desempenho e síndrome do osso negro em frangos de corte submetidos a planos nutricionais para desempenho regular, médio ou superior

Processo: 16/17103-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Vigência (Término): 30 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Ibiara Correia de Lima Almeida Paz
Beneficiário:Ricardo Sousa Santos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Alimentação animal   Índices zootécnicos   Avicultura

Resumo

O objetivo do trabalho será avaliar o desempenho, as características econômicas, o rendimento de carcaça e a síndrome do osso negro de frangos de corte submetidos a planos nutricionais para desempenho regular, médio ou superior. Para isto, serão utilizados 2.400 pintos de um dia de idade, machos, de duas linhagens comerciais, distribuídos igualitariamente entre os tratamentos. O delineamento experimental adotado será em blocos casualizados alocado em esquema fatorial 2x3 (linhagens Cobb® e Ross® e exigências para desempenho regular, médio ou superior). Nos dias 1, 7, 21, 35 e 42 as aves serão pesadas assim como a ração fornecida e as sobras de ração. O desempenho será avaliado pelo consumo de ração, ganho de peso, conversão alimentar, viabilidade e fator de eficiência produtiva (FEP). Também será realizada avaliação econômica. Aos 36 e 43 dias de criação serão abatidas 144 aves (três aves/repetição/tratamento) e suas carcaças e partes (peito com pele e osso, filé de peito, asas, pernas, dorso e gordura abdominal) pesadas para cálculo de rendimento. Para avaliação de síndrome do osso negro serão utilizadas as coxas e sobrecoxas esquerdas serão assadas e as amostras classificadas em aceitável (região próxima ao osso sem escurecimento), intermediário (região próxima ao osso pouco escurecida) ou inaceitável (região próxima ao osso com escurecimento muito acentuado). Os dados serão submetidos à análise estatística, utilizando o programa SAS 9.2.