Busca avançada
Ano de início
Entree

Prevalência e incidência de cães infectados por Toxoplasma gondii na cidade de Botucatu, SP

Processo: 16/17503-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 31 de outubro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Felipe Fornazari
Beneficiário:Alisson Vinícius Gimenes Olbera
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Epidemiologia veterinária   Parasitologia   Zoonoses   Toxoplasmose   Toxoplasma gondii   Prevalência   Incidência   Testes sorológicos   Botucatu (SP)

Resumo

A toxoplasmose é uma enfermidade de importância mundial, com grande impacto em saúde pública e animal, causada pelo protozoário Toxoplasma gondii. Os cães domésticos, quando infectados, podem apresentar diversos tipos de lesões, especialmente animais jovens ou com o sistema imune deficiente. Dados sobre a incidência de cães infectados pelo T. gondii possuem grande importância em epidemiologia animal, pois permitem estimar o risco de infecção em populações de uma determinada região. Entretanto, estudos relacionados à incidência deste parasita na espécie canina são extremamente escassos. O presente trabalho tem como objetivo determinar a prevalência e a incidência cumulativa de cães infectados pelo T. gondii na cidade de Botucatu, SP. Serão estudados 369 cães com idade entre dois meses e um ano, os quais foram amostrados em um estudo anterior e cujas amostras de sangue foram previamente coletadas e armazenadas a -20°C. Os animais foram selecionados aleatoriamente e com distribuição homogênea nas cinco regiões da área urbana de Botucatu (Norte, Sul, Leste, Oeste, Central). As amostras de sangue foram colhidas nos dias 0, 180 e 360, e serão submetidas ao diagnóstico sorológico pela Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI) para detectar anticorpos da classe IgG. A análise estatística será realizada para determinar a prevalência e a incidência cumulativa. Ambas as medidas serão calculadas tanto para o total de cães como para cada uma das cinco regiões.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALISSON VINÍCIUS GIMENES OLBERA; FELIPE FORNAZARI; SELENE DANIELA BABBONI; RODOLFO SANTOS ROSSI; ANAIÁ PAIXÃO SEVÁ; GIULIA SOARES LATOSINSKI; MARIANA AIMEE RAMOS XAVIER DA SILVA; JOSE RAFAEL MODOLO; HELIO LANGONI. Incidência cumulativa e distribuição espacial de cães expostos a Toxoplasma gondii. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, v. 29, n. 2, p. -, . (16/17503-3)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.