Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da privação de sono paradoxal sobre a sinalização do receptor de insulina e do GLUT 4 no músculo gastrocnêmio de camundongos

Processo: 16/10467-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Daniel Paulino Venancio
Beneficiário:Fernanda Negri Cellotto
Instituição-sede: Faculdade de Medicina do ABC (FMABC). Organização Social de Saúde. Fundação do ABC. Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Sistema musculoesquelético   Músculo esquelético   Endocrinologia   Receptor de insulina   Privação de sono   Glicemia   Insulina

Resumo

A privação do sono é um fenômeno cada vez mais presente na sociedade moderna. Sugere-se que a diminuição acentuada da quantidade de horas dormidas por noite tenha relação com inúmeras doenças, como o diabetes e a obesidade. Nos últimos anos, muitos estudos associam redução do tempo total de sono e aumento nos casos de obesidade e diabetes do tipo 2. O presente estudo tem como objetivo, quantificar a imunorreatividade e a localização do receptor de insulina e da proteína de transporte de glicose do tipo 4 (GLUT4), substrato do receptor de insulina do tipo 1 (IRS-1) total e fosforilado e proteína kinase B (AKT) total e fosforilado no músculo gastrocnêmio de camundongos. Os animais serão distribuídos em 2 grupos controle (CTL) e Privado de sono Paradoxal por 72 h (PSP 72h). Dois experimentos serão realizados em separado. No primeiro, 16 animais serão distribuídos em dois grupos de 8 animais, CTL e PSP 72h. No segundo experimento, 32 animais serão distribuídos em 4 grupos de 8 animais, onde serão avaliados a glicemia de jejum e o teste intraperitoneal de tolerância à glicose. Deste modo, os grupos ficarão: 8 animais CTL +salina, 8 animais CTL+Gli, 8 animais PSP 72h+Sal e 8 animais PSP 72h+Gli. Após a eutanásia serão retirados os músculos gastrocnêmios das duas patas traseiras, congelados em nitrogênio líquido e cortados em criostáto para os ensaios de imunohistoquímica e western blot.