Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação entre fatores nutricionais, inflamatórios e humorais com morbimortalidade 90 dias após acidente vascular encefálico

Processo: 16/11119-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Paula Schmidt Azevedo Gaiolla
Beneficiário:Juli Thomaz de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição humana   Avaliação nutricional   Capacidade funcional   Acidente vascular cerebral   Sarcopenia

Resumo

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é definido como uma disfunção neurológica aguda de origem vascular, com desenvolvimento súbito de sinais clínicos de distúrbios da função cerebral com duração de mais de 24 horas. Para o diagnóstico do AVC deve-se, concomitantemente, fazer a aplicação de escalas preditoras do prognóstico e da gravidade da doença como a "National Institute of Health Stroke Scale" (NIHSS). O AVC é a principal causa de incapacidade na vida adulta e coloca uma enorme carga sobre as vítimas, as famílias, os sistemas de saúde e as economias. Mesmo com a terapia aguda ideal, cerca de dois terços dos pacientes permanecem em estado de recuperação incompleta após AVC. Uma condição que merece atenção particular refere-se ao estado nutricional desses pacientes, que nessa fase tornam-se, em geral, mais suscetíveis às perdas de peso involuntárias, pois pode ocorrer com frequência a redução do apetite, problemas de mastigação e deglutição (disfagia), depressão e alterações da mobilidade, com consequente dependência funcional. Adicionalmente, existe a possibilidade do desenvolvimento de sarcopenia, definida por perda da massa e função muscular. A sarcopenia representa um fator de risco poderoso para a fragilidade, perda de independência e inabilidade física em sujeitos idosos. No contexto do AVC, é comum observar inatividade física, alterações inflamatórias, alterações neuro-humorais, carência nutricional de macro e micronutrientes. Estes fatores participam da fisiopatologia da sarcopenia. Entretanto, pouco se sabe se pacientes desenvolvem sarcopenia após AVC, quais fatores inflamatórios e humorais estão relacionados à sarcopenia após AVC. Adicionalmente, pouco se sabe se a sarcopenia apresenta repercussões clínicas como redução da capacidade funcional, reinternação e mortalidade 90 dias após o AVC. Além disso, não há recomendação para terapia nutricional específica após acidente vascular encefálico. Portanto, serão estudados 120 pacientes com acidente vascular encefálico, durante sua internação na Unidade de AVC. Neste momento serão realizadas avaliações clínica, nutricional, avaliação da composição corporal e coleta de sangue para dosagem de mediadores inflamatórios e humorais. Após 30 dias será realizada novamente a avaliação da composição corporal para avaliar se houve desenvolvimento de sarcopenia. Por fim, após 90 dias serão avaliados os desfechos clínicos de capacidade funcional, mortalidade e reinternação. Para determinar as associações serão realizadas analises de regressão múltipla linear e logística, considerando nível de significância de 5%. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SOUZA, Juli Thomaz de. Associação entre fatores nutricionais, inflamatórios e humorais com morbimortalidade 90 dias após acidente vascular encefálico. 2018. 66 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.