Busca avançada
Ano de início
Entree

Nível de (in)atividade física em adultos asmáticos: avaliação dos fatores preditores e efeitos de intervenções comportamentais para aumentar o nível de atividade física no controle clínico da asma

Processo: 16/17093-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Celso Ricardo Fernandes de Carvalho
Beneficiário:Patricia Duarte Freitas
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Asma   Fisioterapia respiratória   Ensaio clínico   Atividade física

Resumo

Introdução: Estima-se que a inatividade física seja um importante fator de risco para o aumento da prevalência de doenças crônicas não-transmissíveis e que a prática de atividade física regular tenha um papel protetor importante. Estudos recentes têm mostrado resultados controversos referentes ao impacto da asma no nível de atividade física de vida diária (AFVD) e se desconhece até o momento, o efeito de intervenções comportamentais no nível de AFVD e qual sua repercussão na melhora do controle clínico da asma. Objetivos: este estudo tem 2 objetivos: i) avaliar o nível de AFVD e os seus possíveis fatores preditores entre adultos asmáticos e controle não-asmáticos, ii) analisar os efeitos de intervenções comportamentais para aumentar o nível de atividade física no controle clínico da asma. Métodos: Trata-se de um estudo de 2 fases e a amostra será composta por 160 adultos com e sem asma, de ambos os gêneros e com idade entre 20 e 59 anos. Na fase I, os pacientes serão avaliados quanto ao nível de AFVD (acelerometria), mensurações antropométricas, composição corporal e avaliação das barreiras para prática da AFVD. Os pacientes asmáticos serão também submetidos às avaliações do controle clínico da asma (Asthma control questionnaire), dos fatores de saúde relacionados à qualidade de vida na asma (Asthma quality of life questionnaire), da presença de sintomas de ansiedade e depressão (Hospital anxiety and depression scale), exacerbações e função pulmonar. O grupo controle (indivíduos não-asmáticos) será selecionado a partir de características antropométricas dos pacientes asmáticos (sexo, idade e IMC) e será composto por amigos e familiares dos pacientes que não possuírem sintomas de asma (International study of asthma and allergies in childhood, validado para adulto). A fase 2 será composta por, pelo menos 56 pacientes com asma não controlada e fisicamente inativos (<7.500 passos/dia), que participarão de um ensaio clínico aleatorizado e controlado onde serão inicialmente aleatorizados em 2 grupos: grupo controle (GC) e grupo intervenção (GI), sendo que somente o GI será submetido à uma intervenção comportamental através de aconselhamentos e incentivos ao aumento da prática da AFVD. As avaliações pré- e pós-intervenção incluirão o nível de AFVD, o controle clínico da asma, qualidade de vida, composição corporal e exacerbações, utilizando os mesmos instrumentos da fase I do estudo. Na primeira fase, a comparação entre os dados contínuos será realizada pelo teste-t ou Man-Withney e entre os dados categóricos pelo teste qui-quadrado. Os possíveis preditores do nível de AVFD em asmáticos serão analisados por uma regressão linear multivariada (stepwise). Na segunda fase, comparações inter e intra-grupo serão realizadas pela ANOVA de dois fatores com medidas repetidas e o teste pós hoc de Bonferroni. A análise da diferença entre proporção de indivíduos com melhora de variáveis clínicas será realizada pelo teste Qui-quadrado. O nível de significância será ajustado para 5% (p<0,05) para todos os testes.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Estudo sobre efeitos do exercício em obesos com asma é premiado em Paris 
Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma, revela estudo 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (44 total):
Mais itensMenos itens
Jovem Pan: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (05/Mai/2021)
UOL: Sedentarismo, obesidade e depressão agravam sintomas da asma, revela estudo (04/Mai/2021)
Dom Total: Estudo revela que asma é agravada por sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade (11/Mai/2021)
São Paulo de Fato: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (10/Mai/2021)
Jornal Cidade - Rio Claro: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (09/Mai/2021)
Folha de Itapetininga: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sinotomas da asma (08/Mai/2021)
Blog do Eurico Paz: Sedentarismo, obesidade e depressão agravam sintomas da asma, diz estudo (07/Mai/2021)
Beto Ribeiro Repórter: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (06/Mai/2021)
Saense: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma, revela estudo (06/Mai/2021)
Portal Morada: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (06/Mai/2021)
Jornal da Cidade (Bauru, SP) online: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma, revela estudo (05/Mai/2021)
Região Noroeste : Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam a asma (05/Mai/2021)
Casa de Notícias: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma, revela estudo (05/Mai/2021)
FM Metropolitana Online: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (05/Mai/2021)
Portal da Enfermagem: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma, revela estudo (05/Mai/2021)
NewsBeezer: Sedentary lifestyle, obesity, depression and anxiety make asthma symptoms worse, a study shows (05/Mai/2021)
NewsBeezer: Estilo de vida sedentário, obesidade e depressão agravam os sintomas da asma, diz estudo | Saúde (05/Mai/2021)
NewsBeezer: Estilo de vida sedentário, obesidade, depressão e ansiedade agravam os sintomas da asma (05/Mai/2021)
Portal Hortolândia: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (05/Mai/2021)
Jornal do Litoral online: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (05/Mai/2021)
Jornal Guaru News online: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (05/Mai/2021)
Quimiweb: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma, revela estudo (05/Mai/2021)
Cuidaí: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam asma (05/Mai/2021)
O Documento online: Sedentarismo, obesidade e depressão agravam sintomas da asma, diz estudo (04/Mai/2021)
Portal do Governo do Estado de São Paulo: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (04/Mai/2021)
IG: Sedentarismo, obesidade e depressão agravam sintomas da asma, diz estudo (04/Mai/2021)
Galileu online: Asma: sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas (04/Mai/2021)
Ata News: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (04/Mai/2021)
Giro Marília: Sedentarismo, obesidade e depressão agravam sintomas da asma, diz estudo (04/Mai/2021)
O Atual: Sedentarismo, obesidade e depressão agravam sintomas da asma, diz estudo (04/Mai/2021)
Mix Vale: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma, revela estudo (04/Mai/2021)
Mix Vale: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (04/Mai/2021)
Portal Lapada Lapada: Sedentarismo, obesidade e depressão agravam sintomas da asma, diz estudo (04/Mai/2021)
Portal Mato Grosso: Sedentarismo, obesidade e depressão agravam sintomas da asma, diz estudo (04/Mai/2021)
O Bom da Notícia: Sedentarismo, obesidade e depressão agravam sintomas da asma, diz estudo (04/Mai/2021)
Portal MT: Sedentarismo, obesidade e depressão agravam sintomas da asma, diz estudo (04/Mai/2021)
Bem Notícias: Sedentarismo, obesidade e depressão agravam sintomas da asma, diz estudo (04/Mai/2021)
Notícia em Foco MT: Sedentarismo, obesidade e depressão agravam sintomas da asma, diz estudo (04/Mai/2021)
Clikar: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (04/Mai/2021)
Voz MT: Sedentarismo, obesidade e depressão agravam sintomas da asma, diz estudo (04/Mai/2021)
Agência de Notícias – Defesa: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (04/Mai/2021)
RC 8:32: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (04/Mai/2021)
O Acre Agora: Sedentarismo, obesidade e depressão agravam sintomas da asma, diz estudo (04/Mai/2021)
Guarulhos Hoje: Sedentarismo, obesidade, depressão e ansiedade agravam sintomas da asma (05/Mai/2021)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FREITAS, PATRICIA DUARTE; XAVIER, RAFAELLA FRANCA; MCDONALD, VANESSA MARIE; GIBSON, PETER GERARD; CORDOVA-RIVERA, LAURA; FURLANETTO, KARINA COUTO; DE OLIVEIRA, JOICE MARA; CARVALHO-PINTO, REGINA MARIA; CUKIER, ALBERTO; STELMACH, RAFAEL; FERNANDES CARVALHO, CELSO RICARDO. Identification of asthma phenotypes based on extrapulmonary treatable traits. European Respiratory Journal, v. 57, n. 1 JAN 1 2021. Citações Web of Science: 3.
FREITAS, PATRICIA D.; PASSOS, NATALIA F. P.; CARVALHO-PINTO, REGINA M.; MARTINS, MILTON A.; CAVALHERI, VINICIUS; HILL, KYLIE; STELMACH, RAFAEL; CARVALHO, CELSO R. F. A Behavior Change Intervention Aimed at Increasing Physical Activity Improves Clinical Control in Adults With Asthma A Randomized Controlled Trial. CHEST, v. 159, n. 1, p. 46-57, JAN 2021. Citações Web of Science: 1.
FREITAS, PATRICIA D.; XAVIER, RAFAELLA F.; PASSOS, NATALIA F. P.; CARVALHO-PINTO, REGINA M.; CUKIER, ALBERTO; MARTINS, MILTON A.; CAVALHERI, VINICIUS; HILL, KYLIE; STELMACH, RAFAEL; CARVALHO, CELSO R. F. Effects of a behaviour change intervention aimed at increasing physical activity on clinical control of adults with asthma: study protocol for a randomised controlled trial. BMC SPORTS SCIENCE MEDICINE AND REHABILITATION, v. 11, AUG 14 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.